28ª semana (26 semanas após a concepção)

Parabéns! Você chegou ao final do segundo trimestre da sua gravidez. Certamente você começará a ver o seu médico com muito mais freqüência durante este período, chegando a visitá-lo 2 vezes por mês.

Daqui em diante, a sensação de que logo você estará com o seu lindo bebê no colo provavelmente aumentará. Não há dúvidas que você também já deve ter pensando sobre como será a sua rotina após o nascimento do seu bebê, aonde ele vai dormir e as futuras artes que ele poderá aprontar quando estiver mais crescidinho, como por exemplo rabiscar as paredes com canetinha. No entanto, não é muito bom pensar por esse lado. Procure pensar na felicidade que você terá tendo a oportunidade de mimar aquela coisinha miudinha e muito fofinha.

Enquanto este momento não chega, vamos dar uma olhada nas alterações que podem ocorrer no seu corpo e as novidades do desenvolvimento do seu bebê. Acompanhe:

Desenvolvimento do seu bebê

Seu bebê cresceu mais um pouquinho durante esta semana, e neste momento ele pode estar medindo 26 cm de comprimento e pesando cerca de 1150 gramas. O seu peso tende a aumentar cada vez mais em que a camada de gordura cresce sobre sua pele.

Uma novidade que provavelmente você vai gostar de saber é que durante esta fase da sua gravidez, o seu bebê começará a se familiarizar com a sua voz. Ele também será capaz responder aos sons externos. Inclusive, existem estudos que comprovam que se o seu bebê ouvir a mesma melodia ele poderá reconhecê-la depois que está fora da barriga da mãe.

Devido o seu bebê estar imerso constantemente em líquido amniótico a pele do seu bebê continuará a se enrugar. No entanto, você não precisa se preocupar com isso, pois ele não nascerá com a pele enrugada.

Os olhos do seu bebê começarão a piscar freqüentemente durante esta semana. O motivo para isto acontecer é que partir desta semana o seu bebê será capaz de responder à luz ao escuro.

Se você fizer uma ultra-sonografia 4D, talvez tenha a oportunidade de ver o seu bebê fazendo rápidos movimentos com seus olhos enquanto dormem. Movimento este bem similar ao que fazemos quando estamos sonhando. Devido este fenômeno acontecer, os especialistas acreditam que os fetos podem sonhar. Isso provavelmente nos deixa com uma certa curiosidade em saber sobre o que eles sonham.

Na sua próxima consulta pré-natal o seu médico poderá dizer se o seu bebê está de cabeça para baixo com os pés para cima ou cabeça para cima com os pés para baixo (Posição pélvica). Quando o bebê está na posição pélvica pode ser necessário que o parto seja cesariana. No entanto, você não precisa se preocupar com a posição do seu bebê, pois ainda há 2 meses para o seu bebê trocar de posição.

No vídeo abaixo você poderá saber outras novidades que podem acontecer com o seu bebê durante esta semana. Veja:

Alterações no seu corpo

Durante esta semana o seu abdômen continua a crescer, e talvez você possa começar a ter a sensação de que perderá o equilíbrio.

Alguns dos sintomas que você poderá sentir durante esta fase da sua gestação incluem azia, prisão de ventre, hemorróidas, incontinência urinária, varizes, inchaço e às vezes, prurido cutâneo. Além disso, os seus seios podem começar a secretar colostro.

Seu médico provavelmente vai querer vê-la a cada duas semanas durante este período. Se você não tiver feito um curso para o parto, você poderá fazer algumas leituras sobre o assunto para se familiarizar com o que acontecerá durante o parto.

Seu médico agora poderá querer testar o seu tipo de sangue para determinar se você precisa o que eles chamam de tiro Rhogam. Um tiro Rhogam pode prevenir complicações, como por exemplo identificar se você e o seu bebê possuem tipos de sangue incompatíveis.

Neste momento é muito importante que você saiba os sinais e sintomas do trabalho de parto. Se você sentir qualquer dor intensa nas costas ou cólicas menstruais do tipo que vão e vem ou o seu útero se contrai de 4 à 6 vezes por hora, contate imediatamente o seu médico.

Abaixo separamos alguns sintomas que você deve ficar alertar durante este período, pois podem ser sinal de trabalho de parto.

  • Dor ou ardêrncia ao urinar
  • Dor intensa no abdômen
  • Vazamento do fluido
  • Pressão pélvica intensa
  • Febre alto ou dor de cabeça constante

Todos os sintomas acima são sinais do trabalho de parto. Portanto, é muito importante que você saiba identificá-los, para assim contatar o seu médico.

voltar para Semana a Semana

left tsN center fsN fwR bsd b01 c15n show|left fwR tsN b01s bdt|left show fwR normalcase tsN bdt b01s|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 c05 sbse fwB bdt|fsN fwR b01 bsd normalcase c05|b01 c05 bsd|news login uppercase fwB c05 b01 bdt|tsN fwR normalcase c15nesw b02 bdt|fwR uppercase b01 bsd|content-inner||