Gripes e Resfriados em Bebês e Crianças

Publicado por em 09/08/2018 às 19h45

Gripes e Resfriados em Bebês e Crianças

As gripes e resfriados são doenças infecciosas frequentes em crianças e bebês e geram um enorme desconforto. São transmitidas por diferentes variações de vírus e entre seus sintomas então nariz escorrendo ou entupido, tosse, dores de cabeça, cansaço, inflamações na garganta ou ouvidos e dores no corpo. Os bebês também podem sentir falta de apetite e dificuldades para mamar.

É comum que a criança com menos de três anos de idade passe por seis a oito casos de gripes ou resfriados durante o ano, mas uma criança que frequenta escolinha ou creche tem quatro vezes mais chance de adoecer. Isso porque o vírus é transmitido através de contato, tosse e espirros.

Nós adultos possuímos uma imunidade bem maior, já que enfrentamos diversas variações do vírus da gripe antes e nosso corpo teve a oportunidade de construir defesas, mas nossos filhos não tem essa sorte: qualquer variação do vírus é uma novidade para seu sistema imunológico, os tornando mais suscetíveis as infecções. 

Como Prevenir Gripes e Resfriados? 

Uma das maiores formas de prevenção da gripe é através da vacina de imunização, que deve ser tomada anualmente. A vacina pode ser tomada a partir dos seis meses de idade e é gratuita na rede pública até os cinco anos de idade. Antes dos seis meses, a melhor forma de prevenção é a amamentação exclusiva com leite materno.

Mas a vacina e os anticorpos da mamãe não são as únicas formas de fortalecer o sistema imunológicos dos pequenos.

Confira outras dicas de prevenção:

  • Mantenha o seu filho bem hidratado. O bebê de até seis meses precisa apenas do leite materno, mas dessa idade para cima você pode apostar nos sucos de frutas, sem esquecer da água.
  • Hábitos de alimentação saudáveis são importantíssimos! A dieta da criança deve conter frutas e verduras ricas em vitamina C (rúcula, espinafre, tomate, laranja, morango e kiwi, entre outras)
  • Evitar expor a criança a lugares muito aglomerados e fechados.
  • Evitar o contato com pessoas que estejam resfriadas.
  • Manter a casa sempre limpa, principalmente filtros de ar-condicionado.
  • Cuidado com mudanças bruscas de temperatura, como beber água gelada depois de atividades físicas, sair de um ambiente com ar-condicionado direto para um abafado e vice-versa, tomar banhos ou bebidas quentes e colocar os pés descalços no chão ou sair no vento, etc.
  • Mantenha suas mãos sempre limpas e ensine a criança a lavar as mãos com frequência também
  • Procure manter os espaços fechados da casa bem ventilados
  • Lavar bem os brinquedos da criança depois de usados
  • Realizar diariamente a higienização nasal da criança
  • Utilizar um umidificador de ar caso o tempo esteja seco demais, mas cuidado para não exagerar no uso. A umidade excessiva também é prejudicial. 

Meu Filho está Gripado. E agora? 

Quando o vírus já foi contraído, o jeito é fazer o possível para aliviar os sintomas. A criança precisará de muito repouso, líquido e de uma alimentação regrada e saudável. Devido aos sintomas, a criança pode apresentar dificuldades para comer e falta de apetite. A recomendação é diminuir a quantidade de comida, mas aumentar o número de refeições feitas no decorrer do dia. Vale também oferecer comidas mais leves e menos sólidas, como sopas, papinhas e frutas macias.

Caso a criança tenha febre, a vista com roupas leves e não a deixe se encher de blusas e cobertores. Podem ser administrados também banhos em água morna até que a temperatura abaixe.

Congestionamentos nasais podem ser resolvidos com a higienização nasal, prática sem contraindicações que ajuda também na prevenção dessa e de outras doenças respiratórias,

Remédios nunca devem ser administrados sem a orientação de um pediatra. Caso o médico do seu filho julgue necessário, podem ser administrados antitérmicos, suplementos de vitamina, remédios para a dor ou descongestionantes.

Vale também lembrar que é melhor que o pequeno evite a escolinha ou a creche até que os sintomas passem completamente, para evitar a transmissão do vírus para mais crianças.

Importante: O sistema imunológico da criança fica mais fraco durante gripes e resfriados, facilitando a contração de outras doenças. Em casos de permanência dos sintomas por mais de uma semana, podem aparecer complicações como bronquite, sinusite, pneumonia e rinite. Leve a criança ao pediatra assim que perceber uma gripe muito prolongada, pois essas doenças exigem cuidados e medicamento mais específicos.

 

Redação Bebê 123

 

Tags: Criança, Gripes, Resfriados

voltar para Saúde e Bem Estar

left tsN center fsN bsd c15n show fwB b10s|left fwR tsN b10s bsd|left show fwR normalcase tsN bsd b10s|bnull||image-wrap|news login uppercase fwB|fsN fwR b01 bsd normalcase c05|b01 c05 bsd|news login uppercase c05 fwR|tsN fwR normalcase|fwR uppercase b01 bsd|content-inner||