Como evitar verminoses na infância

Publicado por em 17/10/2014 às 21h41

Como evitar verminoses na infância , criançasÉ comum na infância algumas crianças se queixarem do desconforto que os parasitoses intestinais, ou seja, as verminoses (vermes), causam no organismo. Só de ler o nome já causa medo ao pensar que esse bichinho decidiu habitar na barriguinha dos nossos filhos, não é mesmo?

Apesar de ser imprescindível muita atenção para evitar o contágio, esse problema é mais comum do que pensamos e, muitas vezes, é difícil evitar. As crianças são mais propensas a adquirir vermes do que os adultos, isso porque costumam colocar tudo na boca, brincam em parquinhos e, na escola, estão em contato com outras crianças. Mas não são apenas nesses ambientes que os parasitas estão presentes, os alimentos também podem estar contaminados.

De acordo com especialistas, até os seis meses de idade é incomum as crianças terem parasitas, pois pequeninas, dificilmente são colocadas no chão e os pais conseguem ter  mais controle do que vai ou não a boca. Durante esse período uma excelente forma de prevenir a contaminação é o aleitamento materno exclusivo.

Mas, quais são os sintomas? Como tratar? O que podemos fazer para prevenir o contágio? Como o assunto é importante para toda a família, busquei algumas informações e compartilho a seguir com vocês.

Sintomas da Verminose

Não são todos os casos que apresentam sintomas específicos. Em alguns, podemos confundir com outras indisposições do dia a dia como:
- dor na barriga;
- modificação no ritmo e frequência das evacuações. Pode causar diarréia e até intestino preso;
- presença de sangue e/ou catarro nas fezes;
- coceira na região do ânus, principalmente à noite;
- coceira na região da vagina, também principalmente à noite;
- anemia;
- alteração de apetite ou aumento;
- cólicas e gases;
- enjôo;
- fraqueza;
-febre;

Como tratar a Verminose ?

Ao notar alguma dessas alterações citadas acima, marque uma consulta com o pediatra de confiança ou leve ao hospital que sempre vai quando acontecem os casos de problemas de saúde repentinos.

Nas farmácias há diversos remédios contra parasitas e, com certeza, você vai receber um batalhão de “receitinhas” caseiras para tratar, mas a dose dos medicamentos varia dependendo do tipo de parasita que está no organismo, por isso consultar um especialista de confiança é sempre a melhor opção.

Como prevenir o Contágio ?

Sabemos que muitas vezes é difícil evitar que a nossa família seja contaminada por parasitas, isso porque não estamos 24 horas por dia acompanhando a rotina de cada um. No entanto, adotar alguns hábitos simples ajuda a diminuir o risco.

- Lave bem as mãos das crianças antes de qualquer alimentação e após o uso do banheiro;
- Quando for preparar os alimentos, lave muito bem as suas mãos;
- Cozinhe os alimentos, inclusive a carne de porco;
- Procure limpar os brinquedos com frequência, principalmente aqueles que vão a boca;
- Mantenha as unhas das crianças cortadas e sempre limpas;
- Evite deixar os pequenos andarem descalços em lugares que você não conhece a forma de  higienização;
- Beba água fervida ou filtrada;
- Cuide da higiene do animalzinho de estimação, pois ele pode ser hospedeiro intermediário dos parasitas.

 

Autora deste artigo: Fabiana Gonçalves
Jornalista por formação, leitora assídua por hobby, antenada por opção e mãe por amor.

Tags: Saúde do Bebê, Saúde Infantil, Verminose

Enviar comentário

voltar para Saúde

left tsN center fsN fwR bsd b01 c15n show|left fwR tsN b01s bdt|left show fwR normalcase tsN bdt b01s|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 c05 sbse fwB bdt|fsN fwR b01 bsd normalcase c05|b01 c05 bsd|news login uppercase fwB c05 b01 bdt|tsN fwR normalcase c15nesw b02 bdt|fwR uppercase b01 bsd|content-inner||