Como Escolher Um Pediatra

Publicado por em 05/03/2016 às 22h00

Escolher o pediatra certo para o seu bebê é uma decisão muito importante. Afinal, você irá visitar o consultório médico pelo menos 12 vezes no primeiro ano para consultas de rotina.

É natural sentir-se oprimido pela escolha, mas com um pouquinho de paciência você será capaz de encontrar um que você gosta e principalmente possa confiar! Não perca as nossas dicas‼!

Como Escolher Um Pediatra

Quando devo começar a minha busca por um pediatra?

Alguns pais sabem qual médico eles querem para seu bebê antes mesmo de a mulher engravidar. Mas muitos iniciam essa procura durante a gravidez e chegam a uma decisão quando já estão sete ou oito meses à espera do bebê. Isso é muito importante, afinal, o pediatra é um profissional que irá nos atender a qualquer hora em que nossos “pequenos” necessitarem de cuidados também, além das consultas rotineiras, de mês a mês. Criança não escolhe hora para passar mal, não é mesmo? Daí a importância de escolhermos um bom pediatra com tanta antecedência.

Tomar uma decisão bem antes de o trabalho de parto permite uma escolha informada, bem ponderada. É uma boa ideia para começar a compilar uma lista de candidatos cerca de quatro meses antes de sua data de parto.

Que tipo de profissional que devo procurar?

Muitos pais levam seu bebê a um pediatra, que é o médico que se especializa no cuidado das crianças. Em contrapartida, alguns pais preferem um médico de família, um médico especializado em medicina de família que pode tratar toda a família, desde o nascimento até a velhice. Uma vantagem que esses pais apontam é que o médico de família deve ser bem versado em questões de saúde que dizem respeito a toda a sua família (doenças genéticas, por exemplo).

Qualquer tipo de médico é bom, desde que você se sinta confortável e confiante sobre o cuidado do seu filho.

Onde posso obter indicações de médicos a considerar?

Você pode perguntar ao seu obstetra, para começar. Hospitais, companhias de seguros e academias médicas também costumam fornecer referências sobre os médicos. Ou ainda, pedir a seus amigos, parentes, vizinhos e colegas de trabalho que compartilham suas filosofias parentais e perspectiva geral sobre a vida.

A Associação Brasileira de Pediatria (ABP) oferece referências para os profissionais certificados em seu site. Certificação pela ABP significa que o médico tem diploma de uma escola médica credenciada, completou um programa de residência credenciada e também passou por um teste de pediatria.

Como vou saber se um pediatra recomendado por outra pessoa será adequado para nós?

As pessoas procuram coisas diferentes em médicos, e o que é mais importante para você pode não ser na visão de outra pessoa. Então, ao invés de apenas reunir uma lista de nomes, tente fazer algumas perguntas de sondagem de quem faz a recomendação, tais como:

  • Será que o médico parece gostar de trabalhar com crianças? Tem verdadeira vocação?
  • Será que o médico parece saber sobre os mais recentes avanços da medicina? Constantemente participa de congressos, faz especializações, atualiza-se?
  • Será que o médico é aberto a qualquer tipo de perguntas sobre a saúde da criança?
  • Será que o médico tem tempo para discutir os problemas e ouvir as suas preocupações?
  • Quanto tempo você geralmente tem que esperar para o atendimento?

As respostas que você começar a ter poderão ajudar a diminuir a sua “lista”.

E pense também em outras questões, como:

  •         Você e o médico têm opiniões semelhantes sobre temas como o aleitamento materno, as imunizações, medicina alternativa, questões de parentalidade e creche? Se não, é o médico aberto para lhe orientar?
  •         Preste atenção às coisas intangíveis, como o estilo do médico. Você quer um médico que ofereça opções e permita que você decida qual delas funciona melhor para você e sua criança - ou você estaria mais confortável com alguém que lhe dá um monte de direção?
  •         Tome nota da atmosfera geral do consultório. É limpo, acolhedor e convidativo?

Quando for escolher a maternidade em que irá ter o bebê, o próprio hospital poderá lhe pedir o nome do seu médico quando você for fazer o check-in, pois muitos hospitais costumam notificar o médico quando o bebê nasce. Alguns médicos visitam os recém-nascidos no hospital (ou enviam um outro médico), e até mesmo acompanham o parto, caso seja credenciado ao hospital. Já outros não irão ver o bebê, até que você o leve para a primeira consulta.

E lembre-se de, quando escolher um pediatra, procure conversar com ele sobre suas preocupações. Todas as mães passam por isso. E, se não gostar de algo,  por mais desconfortável que você possa se sentir, se o problema não pode ser resolvido ou as suas preocupações não são levadas em conta, não hesite em mudar de médico. Você precisa ter um pediatra com quem que você pode contar e se comunicar sempre que se trata da saúde do seu bebê.

 

Tags: Pediatra, Saúde do Bebê, Saúde Infantil

Enviar comentário

voltar para Saúde

left tsN center fsN fwR bsd b01 c15n show|left fwR tsN b01s bdt|left show fwR normalcase tsN bdt b01s|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 c05 sbse fwB bdt|fsN fwR b01 bsd normalcase c05|b01 c05 bsd|news login uppercase fwB c05 b01 bdt|tsN fwR normalcase c15nesw b02 bdt|fwR uppercase b01 bsd|content-inner||