Colar de Âmbar: O que é e para que serve?

Publicado por em 06/03/2016 às 00h00

Você já ouviu falar em Colar de âmbar?

O colar de âmbar do Báltico tem séculos de história com a medicina tradicional da Europa, e mais recentemente o uso dele tornou-se popular em muitas outras partes do mundo, inclusive na Austrália. No Brasil, ele também já encontra muitos adeptos.

 

Colar de Âmbar: Uma alternativa natural para aliviar os incômodos da dentição

Colar de Âmbar: Uma alternativa natural para aliviar os incômodos da dentiçãoAlgumas mães têm utilizado esse objeto para aliviar mais do que apenas um pouco da dor causada pela dentição, nos bebês. Como fonte de cura tradicional, passado através de gerações, o colar de âmbar se destaca como um exemplo sem precedentes de medicina alternativa com vários benefícios à saúde, inclusive para o sistema respiratório. 

Seu material, o âmbar, é uma resina vegetal fossilizada de árvores pré-históricas, há 50 milhões de anos, e pode ser encontrada na região dos Bálticos. Confortável, leve e muito bonito, o âmbar irradia energia e tranquilidade para aqueles que o utilizam. A maioria das propriedades únicas e surpreendentes de âmbar do Báltico é que ele oferece uma alternativa natural, livre de drogas para o alívio da dor da dentição em crianças. Suas propriedades analgésicas e anti-inflamatórias o tornam ideal, como um produto homeopático natural, tanto para crianças quanto para adultos.

Na natureza, a resina teria sido utilizada pela própria árvore como um antibiótico natural ou preservação da infecção ou lesão. Usado por séculos como um remédio natural para o alívio da dor, âmbar foi usado para promover a cicatrização rápida e para impulsionar o sistema imunológico do corpo. O âmbar tem estado no centro de muitos estudos científicos que indicam claramente que suas propriedades terapêuticas são muito significativas.

Atualmente, existem dois pensamentos diferentes a respeito de se usar o âmbar sobre a pele. Um pensamento sugere que, quando âmbar é usado sobre a pele, o calor da pele libera quantidades minúsculas de óleos de âmbar, que são então absorvidos através da pele para a corrente sanguínea, promovendo então a cura. A outra teoria é baseada em descobertas científicas que demonstraram que o âmbar é eletromagneticamente vivo e produz quantidades significativas de energia orgânica, puramente natural. Além disso, o âmbar contém de 3 a 8% de ácido succínico, uma substância medicamentosa cientificamente examinada e utilizada na medicina contemporânea. O maior teor de ácido é encontrado na camada externa da pedra.

Vencedor do prêmio Nobel Robert Koch, (1886), o pioneiro da bacteriologia moderna, provou que o ácido succínico tem uma influência muito positiva sobre o corpo humano. Em 1930 e 40, bioquímicos europeus descobriram que o ácido succínico é um aminoácido criado naturalmente em todas as células do corpo, capaz de fazer a respiração aeróbica, participando do ácido cítrico - ou ciclo de Krebs, isto é, como os hidratos de carbono, as gorduras e proteínas são metabolizadas em forma de energia. Embora opositores chamem o colar de âmbar um mero placebo, muitos pais que já o utilizaram estão convencidos com os resultados. 

Como os colares de âmbar são feitos?

Quais são os benefícios dele?

Os colares são feitos de âmbar (a resina vegetal) do mar Báltico. A resina é polida e transformada em um colar.

Além de ajudar na redução da dor, na salivação excessiva (estimulando as glândulas da tireoide) e também na irritabilidade, que é frequentemente associada à dentição. Acredita-se que o âmbar do Báltico ajudar a aliviar o eczema, acelerar a cicatrização de feridas e evitar a inflamação do ouvido e da garganta, entre outras doenças.

Acredita-se ainda que o colar de âmbar também ajudar na concentração e nos reflexos do corpo. Ele oferece um impulso de energia e tem efeitos positivos sobre o sistema nervoso e o coração. E, além disso, estas pequenas maravilhas que vêm da natureza, também são bons para o ambiente e uma excelente alternativa para o alívio da dor.

Há alguma desvantagem de se utilizar o colar?

Colar de Âmbar: Uma alternativa natural para aliviar os incômodos da dentiçãoNão existem desvantagens de fazer uso do colar. No entanto, existem algumas coisas que precisamos considerar sobre o colar de âmbar, como por exemplo, se certificar de que você está comprando um colar de âmbar genuíno do Báltico. Algumas pessoas relataram que estão sendo vendidos colares de plástico ou de vidro (como se fossem de âmbar), o que teria efeito zero. Vários varejistas do colar já oferecem garantias e certificados de autenticidade para tranquilizar os seus clientes.

Vale a pena lembrar que o colar não deve ser comprido, para que a criança não o coloque na boca. E, assim como qualquer colar, há a possibilidade de que ele se quebre, caso bastante força seja usada. No entanto, os fabricantes desses colares fazem o seu melhor para garantir que seus produtos são tão seguros quanto possível, e é improvável que o seu bebê tenha força para quebrá-lo em si mesmo. Além do mais, a maioria dos colares de âmbar é feita de modo que o colar seja bem atado.

Caso queira utilizar o colar de âmbar, confira algumas dicas:

  • Supervisionar a criança quando ela estiver usando o colar.
  • Remover o colar do bebê durante o sono do dia ou da noite.
  • Não permitir que a criança a mastigue o colar.
  • Sempre procure aconselhamento médico se você tiver quaisquer preocupações sobre a saúde e o bem-estar do seu filho.
Tags: Colar de Âmbar, Saúde do Bebê, Saúde Infantil

Enviar comentário

voltar para Saúde

left tsN center fsN fwR bsd b01 c15n show|left fwR tsN b01s bdt|left show fwR normalcase tsN bdt b01s|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 c05 sbse fwB bdt|fsN fwR b01 bsd normalcase c05|b01 c05 bsd|news login uppercase fwB c05 b01 bdt|tsN fwR normalcase c15nesw b02 bdt|fwR uppercase b01 bsd|content-inner||