Saiba mais sobre o que é Baby Blues

Publicado por em 28/03/2016 às 13h07

A Baby Blues é uma condição temporária de tristeza, melancolia e sentimentos negativos, que surge após o parto.

O que é Baby Blues

Em um mundo perfeito, todas as mulheres são arrebatadas de tanta felicidade quando se tornam mães, um sonho é realizado e a maternidade é perfeita. Contudo, na realidade não é bem assim.

Baby Blues é o termo designado à sensação de tristeza ou sentimentos negativos sentidos pela mãe após o parto. Esse período que a mãe passa de fortes alterações de humor, melancolia e tristeza, também é conhecido como Blues Puerperal.

Com o nascimento de uma criança, nasce também uma mãe. Isto é, da mesma maneira que o recém-nascido precisa se adaptar à sua nova rotina fora da barriga da mãe, as “recém-mães" também encaram uma nova rotina de noites sem dormir, dedicação exclusiva às necessidades do bebê, a condição de estar sempre alerta e etc.

Isto não quer dizer que a mãe não gosta ou está rejeitando o bebê, mas somente que ela está em conflito com as mudanças causadas com a chegada da criança e insegura com as perspectivas do futuro.

Esta situação é mais frequente do que imaginamos, sendo que cerca de 60% a 80% das mães experimentam alguma alteração de amor ou sentimento negativo no pós-parto. Contudo, na maioria das vezes, a mãe acaba por se sentir culpada por não estar realizada com a chegada de seu bebê e acabam escondendo da família e de seus parceiros.

A Baby Blues é tida como a forma mais leve da depressão pós-parto. Mas, é preciso estar atento para que não haja uma evolução para a depressão pós-parto (DPP).

A depressão pós-parto é bem mais grave e costuma a se manifestar em mulheres que já tiveram quadro depressivos anteriores à gravidez. Esta doença precisa ser tratada com medicamentos e terapias.

Conheça as causas do Baby Blues

 

Geralmente, a Baby Blues está ligada às alterações hormonais que acontecem no corpo da mulher nos dias que sucedem ao parto, quando os hormônios da gravidez desaparecem e os responsáveis pela produção de leite fervilham.

As alterações hormonais podem causar alterações químicas no sistema nervoso, o que resultam nesse estado de depressão temporário. Depois que os hormônios se ajustam, a Baby Blues passa naturalmente.

As mudanças físicas causadas pelo ganho de peso na gravidez também podem contribuir para a Baby Blues. Dessa forma, as mães quando voltam para casa não conseguem assimilar bem as mudanças que estão ocorrendo, aí surge uma sensação de incerteza e insegurança com que virá pela frente.

Sintomas do Baby Blues

 

Sintomas Do Baby Blues

Os sintomas da Baby Blues começam a surgir, em geral, no terceiro ou quarto dia após o parto e costumam durar cerca de 14 dias após o nascimento do bebê. Se os sintomas forem além desse período, é preciso que se atente para um quadro de depressão pós-parto.

Os sinais de que há algo errado com o psicológico no período após o nascimento do bebê inclui:

  • Mudança de apetite, que pode ser tanto para mais quanto para menos;
  • Choro sem motivo aparente ou constante;
  • Problemas com insônia, mesmo quando o bebê está dormindo;
  • Dificuldade para se concentrar em tarefas simples;
  • Sinais de ansiedade e tensão;
  • Baixa autoestima;
  • Mudanças repentinas de humor;
  • Impaciência e irritabilidade constante;
  • Falta de confiança na capacidade de cuidar do bebê;
  • Fadiga e falta de prazer em fazer as coisas relacionadas ao bebê.

Tratamento para o Baby Blues

O primeiro passo é admitir que existe um problema e depois conversar com alguém de confiança. A ajuda de um psicólogo ou especialista pode ser essencial para que a Baby Blues não evolua para um quadro de depressão pós-parto.

O tratamento de terapia em grupo de apoio pós-parto também pode ser importante nessa fase, pois possibilita que a nova mãe compartilhe suas experiências com mulheres que passaram ou estão passando por situações semelhantes. Assim, elas percebem que não estão sozinhas.

Não se cobrar tanta perfeição também irá ajudar aos sintomas da Baby Blues irem embora. Por isso, aceitar que você não é autossuficiente e precisa da ajuda de pessoas próximas para cuidar do bebê e dos afazeres domésticos é fundamental nos primeiros dias de adaptação do bebê em casa.

É fundamental também que a mulher tenha uma alimentação adequada, que incluía todos os nutrientes necessários para lhe dar energia e vitalidade para realizar suas atividades.

Papel do companheiro durante a Baby Blues

 

Papel do companheiro durante a Baby BluesÉ fundamental o apoio do companheiro nesse momento de luta com os sentimentos conflitantes.

Assim, os pais devem dar apoio condicional à mulher nessa fase, e sempre ressaltar que tudo isso é absolutamente normal e vai passar logo.

Ainda hoje se tem a cultura de que as responsabilidades dos cuidados do bebê é todo da mulher. Isso deve acabar e os homens devem dividir as tarefas e terem as mesmas responsabilidades que a mãe.

O sofrimento da fase Baby Blues pode ser atenuado se a mãe sentir que não possui apoio de seu companheiro e da família. Cobrar demais da mulher ou se mostrar indiferente aos problemas que estão ocorrendo pode agravar o quadro.

 

 

Tags: Baby Blues, Depressão Pós-Parto, Gravidez, Pós-Parto

Enviar comentário

voltar para Pós-Parto

left tsN center fsN fwR bsd b01 c15n show|left fwR tsN b01s bdt|left show fwR normalcase tsN bdt b01s|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 c05 sbse fwB bdt|fsN fwR b01 bsd normalcase c05|b01 c05 bsd|news login uppercase fwB c05 b01 bdt|tsN fwR normalcase c15nesw b02 bdt|fwR uppercase b01 bsd|content-inner||