Parto de Gêmeos

Publicado por em 08/12/2015 às 08h41

Parto de GêmeosUm parto já é um processo que exige bastante do organismo da futura mãe e mesmo do bebê. O parto de gêmeos exige tudo isso em dobro, mas na maioria das vezes, acaba sendo tão natural quanto se houvesse apenas um bebê. Isso ocorre porque os hospitais estão cada vez mais preparados para esse tipo de parto, prevendo e resolvendo problemas que podem aparecer.

 

Como ocorre o parto de gêmeos

Sempre há riscos em um parto, e no parto de gêmeos eles realmente aumentam, afinal são dois bebês que irão nascer, dois organismos que irão viver sem a ajuda da estrutura do organismo da mãe. Além disso, o corpo da mulher tem de dar conta de processar o parto de dois recém-nascidos. Por isso, o monitoramento de um trabalho de parto é muito maior e mais detalhado quando são gêmeos.

Quando a gestação ocorre de forma normal, com um pré-natal e monitoramento da saúde da mãe e dos fetos, é possível realizar até mesmo o parto normal quando se trata de gêmeos. Essa é a via de parto considerada mais recomendada e segura pelos especialistas. Mas para que o parto normal seja possível, é preciso analisar vários fatores, como a posição dos fetos, por exemplo. Se o primeiro bebê está cefálico, isto é, de cabeça para baixo, ele pode ocorrer pois o segundo acabará virando também. Quando ambos estão na posição pélvica, isto é, de bumbum para baixo, há riscos das cabeças se enroscarem e pode ser necessário uma cesárea. 

Cuidados com os bebês e a mãe no parto de gêmeos

Um parto de gêmeos também é mais complicado pois exige uma equipe médica maior, com conhecimentos especializados e pronta para atender tanto a mãe quanto o bebê. É necessário, por exemplo, dois neonatologistas e suas equipes. Um atenderá o primeiro bebê e o outro, o segundo. Como nunca é possível prever como estará a saúde do primeiro bebê, é necessário ter uma equipe para atender o segundo. Este, que geralmente nasce depois de 8 a 10 minutos do primeiro, pode necessitar de mais ajuda para nascer. Além disso, geralmente os partos de gêmeos ocorrem prematuramente e os bebês podem necessitar de cuidados especiais e um tempo na UTI Neonatal.

A mulher também requer cuidados especiais. Ela precisa ser monitorada mais de perto pois as chances de alguma complicação como sangramento excessivo ou queda de pressão, por exemplo, aumentam quando se trata de um parto de gêmeos. Por isso, muitas vezes, o ideal é ter mais um obstetra na sala de parto, que ajudará na tomada de decisões e em possíveis situações de emergência.

Quando for detectado algum problema durante o pré-natal, ou a futura mãe apresentar algum problema, como diabetes, hipertensão ou outros, é possível conversar com o obstetra sobre a possibilidade de uma cesárea. Atualmente esse tipo de parto está muito mais seguro e moderno, com um pós-parto muito mais tranquilo e menos doloroso para a mulher. E em algumas situações onde há riscos para a mãe ou os bebês, pode ser uma ótima solução para que os recém-nascidos venha ao mundo com saúde. 

Tags: Gêmeos, Gravidez, Parto

Enviar comentário

voltar para Parto

left tsN center fsN fwR bsd b01 c15n show|left fwR tsN b01s bdt|left show fwR normalcase tsN bdt b01s|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 c05 sbse fwB bdt|fsN fwR b01 bsd normalcase c05|b01 c05 bsd|news login uppercase fwB c05 b01 bdt|tsN fwR normalcase c15nesw b02 bdt|fwR uppercase b01 bsd|content-inner||