Transportando em cadeirinhas: Perguntas Frequentes

Publicado por em 16/02/2013 às 14h07

Quando o assunto é segurança dos filhos é também bastante comum surgirem dúvidas e perguntas sobre o assunto. Com as cadeirinhas de carro não poderiam ser diferentes, portanto separamos algumas perguntas frequentes feitas por pais na hora de transportar seu filho em uma cadeirinha.

Transportando em cadeirinhas: Perguntas Frequentes

Transportando em cadeirinhas

 

 

1. Por que as crianças devem usar cadeirinhas e cintos de segurança?
Mesmo uma batida relativamente leve pode ser um evento muito violento. Um passageiro que não estiver usando cinto de segurança pode ser jogado com uma força maior do que o peso do seu corpo. A força da batida pode também causar o deslocamento de órgãos internos, provocando ferimentos adicionais. Cintos de segurança corretamente usados podem ajudar a minimizar o movimento de um passageiro dentro do carro:

• Prevenindo a expulsão da pessoa;

• Distribuindo as forças do impacto entre as partes mais fortes do corpo e
protegendo a cabeça e a medula espinhal.

Considerando que os cintos de segurança dos carros não atendem as necessidades físicas e de desenvolvimento das crianças, as cadeiras de segurança (cadeirinhas) apropriadas são necessárias e imprescindíveis.

 

2. Qual a forma mais segura de transportar crianças em um carro?
Crianças com menos de 10 anos devem andar no banco de trás e em cadeira de segurança. Consulte aqui o Guia da Cadeirinha.


3. O que eu devo saber sobre instalação de cadeirinha de segurança de criança?
Existem muitos tipos de cadeirinhas de segurança, com diversas configurações de cinto de segurança e bancos de carro e, conseqüentemente, existem várias combinações possíveis para uma instalação correta. Seguem abaixo algumas dicas básicas:

• A cadeira de segurança deve estar bem presa ao assento do carro, com o cinto de segurança - ela não pode se mover mais de 2 cm de um lado para o outro;

• É muito importante ter certeza de que os sistemas de segurança da cadeira com o carro e da cadeira com a criança estejam corretamente instalados;

• Em muitos casos, o cinto de segurança precisa do auxílio do clipe de segurança (locking clip) para prender corretamente a cadeirinha. Leia sobre isso no manual de sua cadeirinha;

• O banco da frente deve ser a última opção para instalar a cadeira de segurança, principalmente nos carros que possuem airbag de passageiro. Caso seja inevitável, afaste o banco dianteiro o máximo possível do painel do veículo e desative o airbag.


4. Pode-se utilizar cadeirinhas de segurança já usadas?
Para que uma cadeirinha de segunda mão possa ser reutilizada por outra criança, é necessário considerar o seguinte:

• O histórico completo deve ser conhecido. A cadeirinha pode ter sido danificada em um acidente, debilitada por uso e armazenamento errados, entre outros;

• Todas as partes originais, instruções e rótulos devem estar em boas condições. Substituir partes por outros modelos não é apropriado, assim como outras modificações podem comprometer a segurança da cadeirinha;

• A cadeirinha de segurança pode ser muito velha. Todos os fabricantes concordam que uma cadeirinha com mais de 6 anos não deve ser usada, porque os padrões de performance mudam com freqüência, incorporando novas tecnologias para proteger melhor as crianças. Além disso, a reposição de partes e instruções podem não estar mais disponíveis para cadeirinhas velhas e os fabricantes podem não existir mais no mercado.


5. Por que a cadeirinha de segurança tem de ser substituída após um acidente?
A força da batida pode enfraquecer ou danificar a cadeirinha de segurança, os cintos de segurança e outros dispositivos de proteção, tornando-os menos eficientes. Este tipo de dano pode também acontecer em acidentes menores, mesmo quando não é visível a olho nu, e pode tornar o sistema de proteção menos eficaz. Por esta razão, os fabricantes afirmam que cadeirinhas e cintos de segurança envolvidos em acidentes devem ser substituídos. Se um sistema de segurança protegeu uma pessoa em um acidente, ele já fez seu trabalho.


6. Onde eu posso obter mais informações sobre a cadeirinha de segurança?
Entre em contato com o fabricante de sua cadeirinha de segurança para obter mais informações.



ESCOLHENDO A CADEIRINHA DE SEGURANÇA

7. Qual cadeirinha de segurança é a mais segura para o meu filho?
Considerando que as cadeirinhas adequadas devem atender a um padrão de segurança, seja os selos de certificação Americano e Europeu seja o selo do Inmetro, você deve fazer as seguintes perguntas:

a) Ela serve para meu filho?
Cheque as instruções do fabricante para garantir que seu filho está dentro do peso e altura da cadeirinha de segurança em questão e que esta também atende as necessidades de idade/desenvolvimento. Consulte o Guia da Cadeirinha.

b) Ela serve para o(s) meu(s) veículo(s)?
Nem todas as cadeirinhas de segurança podem ser instaladas corretamente em todas as posições nos veículos. Antes de comprar a cadeirinha, teste a instalação em seu carro para se certificar de que são compatíveis. No geral, uma cadeirinha de segurança bem instalada não deve se mover mais do que2 cm de um lado para outro. Assegure-se de ler as instruções da cadeirinha e do veículo.


8. Quando posso colocar meu filho de frente para o movimento?
A Academia Americana de Pediatria recomenda que as crianças devem ter um mínimo de 12 meses e um peso mínimo de 9 kg antes de ficar de frente para o movimento. Antes disso, seus ossos e ligamentos não estão desenvolvidos o suficiente para suportar as forças de uma colisão frontal.

A posição de costas para o movimento reduz o risco de danos na medula espinhal numa colisão frontal, já que a concha da cadeirinha de segurança segura o pescoço e divide as forças da batida nas costas. A maioria das cadeirinhas de segurança para bebês tem um limite de9 a10 kg, mas as cadeirinhas mais atuais têm um limite de até13,6 kg ou mais. Essas cadeirinhas fornecem uma melhor proteção para as crianças, mesmo depois de completarem um ano.



9. Os pés do meu filho estão tocando “as costas” do banco de trás. Devo colocar a cadeirinha de frente para o movimento?
Considerando que a altura da criança sentada é mais importante na proteção de um acidente do que a altura total e que as proporções do corpo de uma criança variam, é importante que a cabeça do bebê esteja totalmente protegida pela concha da cadeirinha. Lembre-se de que é mais seguro para a criança que ela permaneça o maior tempo possível de costas para o movimento, respeitando-se as orientações do fabricante do produto.



10. Como eu vou saber que minha criança ficou muito grande para a cadeirinha de segurança de frente para o movimento?
Você deve olhar para as seguintes características:

• Verificar os limites de peso da cadeirinha;

• Verificar as tiras de segurança da cadeirinha em relação aos ombros da criança. Para segurar as costas da criança na cadeira, as tiras devem estar nos ombros ou acima destes quando a criança estiver de frente para o movimento;

• Verificar a altura da concha da cadeirinha de segurança em relação à base do crânio da criança. Para proteger a cabeça e o pescoço, a base do crânio, localizada na metade das orelhas, não pode estar acima do topo da concha.

A maioria das cadeirinhas de segurança também tem um limite máximo de altura que deve estar descrito nas instruções de uso. É fornecida uma altura geral, mas a altura da criança sentada é ainda mais importante. Consulte e siga as instruções do fabricante de acordo com cada modelo;

Se seu filho excedeu alguma dessas características de peso e altura, é necessário um novo sistema de retenção, que se chama assento de segurança (booster). Sua função é elevar a criança na altura adequada para que o próprio cinto de segurança de três pontos do carro passe pelos locais corretos do corpo da criança: sobre os quadris e no centro do ombro.

No geral, nós recomendamos o uso de cadeirinhas o maior tempo possível antes de mudar para o assento de segurança. Assegure-se de seguir as instruções do fabricante na instalação e uso da cadeirinha de segurança que escolher.



11. Por que vocês recomendam suportes de segurança para crianças até 8-10 anos?
A maior parte das famílias está acostumada com a idéia de manter as crianças em cadeirinhas de segurança até os 4 anos, e não sabem que as crianças precisam de cadeirinha de segurança por muito mais tempo. Os cintos de segurança dos veículos são desenhados para proteger adultos ou crianças com mais de 1,45 m e eles devem servir corretamente para exercer essa função.

Considerando isto e que os suportes de segurança não são amplamente usados vemos um grande número de lesões sérias (e fatais) com crianças. Lesões em órgãos internos e medula óssea geralmente são o resultado de um mau ajuste de cinto.



12.Todos os assentos de segurança (booster) que eu achei requerem cintos de 3 pontos, mas meu carro só tem cinto subabdominal no banco de trás. O que eu posso fazer?
Você tem duas opções:

• Instalar um cinto de três pontos em seu banco traseiro. Contate o fabricante de seu veículo para mais informações; ou

• Usar um veículo alternativo que tenha cinto de 3 pontos no banco de trás. Qualquer veículo que seja modelo 1998 em diante deve ter.

 

13. Quando eu sei que meu filho está pronto para mudar de um assento de segurança (booster) para o cinto de segurança?
A criança deve andar em assentos de segurança até que o cinto de segurança sirva corretamente. Isto significa que:


• A criança consegue apoiar as costas no banco e dobrar o joelho na borda do assento sem deslizar;

• O cinto subabdominal deve ficar ajustado sobre os ossos dos quadris e não no abdômen;

• O cinto de 3 pontos deve passar confortavelmente sobre os quadris e no centro do ombro e não no pescoço;

Se nenhum desses critérios for atingido, é provável que a criança ainda precise de um assento de segurança.


POSIÇÃO NO VEÍCULO

14. Eu tenho mais filhos do que espaço no banco de trás. O que devo fazer?
Segundo o Código de Trânsito Brasileiro, crianças com menos de 10 anos devem andar no banco de trás. Caso isso não seja possível, a melhor opção é que a criança mais alta do grupo sente no banco da frente, utilizando a cadeirinha ou o assento de segurança. Afaste o banco da frente o máximo possível do painel e, caso tenha airbag, desligue-o. Bebês de costas para o movimento nunca devem ser colocados no banco da frente com airbags ativados.


15. Qual o lugar mais seguro do banco de trás para crianças de idades diferentes?
Escolher a melhor posição para os seus filhos não é fácil. As condições específicas de qualquer acidente afetam a resposta. O mais importante é que as crianças estejam devidamente seguras, ou seja, as cadeirinhas de segurança devem estar corretamente instaladas, assim como as tiras de segurança devem estar bem ajustadas ao corpo da criança. Quanto ao bebê, considerando que ele estará devidamente preso no centro, de costas para o movimento, esta é a posição recomendada. Essa posição é isolada de todos os ângulos de batida, por isso é geralmente considerada a mais segura.



16. O meu filho está mais seguro atrás do motorista ou do passageiro?
Os lados direito e esquerdo de trás são similares, fato baseado em características fatais de acidentes. Quando escolher entre eles, algumas considerações devem incluir a disponibilidade de uma porta, acesso a outros passageiros, se a criança precisa ser monitorada, distrações do motorista, etc. A decisão final deve ser feita pelos pais e pelas pessoas que cuidam da criança.



17. Eu sei que meu filho não deve andar no banco da frente com o airbag frontal ativado. E quanto a airbags laterais?
Airbags laterais podem oferecer um ambiente interno mais amigável e aumentar a proteção contra um veículo intruso, superfícies internas duras e/ou vidro quebrado. Airbags laterais geralmente não são requeridos e os modelos variam. Contate o fabricante do veículo para obter mais informações.




INSTALAÇÃO E USO CORRETOS

18. Como eu posso ter certeza de que a cadeirinha de segurança de meu filho está bem instalada?
Leia o Guia de Cadeirinha para ter certeza se você está usando corretamente. Depois, leia as instruções do fabricante da cadeirinha de segurança e do veículo com atenção. Isso vai ajudá-lo a instalar a cadeirinha corretamente.
Garanta que a cadeirinha está bem ajustada. Geralmente, uma cadeirinha de segurança bem instalada não deve mover-se mais que2 cm de um lado para o outro quando forçada.


19. Como saber se eu preciso de um clipe de segurança (locking clip) para instalar a cadeirinha de segurança do meu filho?
Clipes de segurança são muitas vezes necessários para instalar corretamente uma cadeirinha. As cadeirinhas americanas e algumas brasileiras já vêm com o clipe de segurança anexo. As cadeirinhas européias dispensam o uso deste dispositivo.

Os manuais do carro e da cadeirinha de segurança devem explicar como prender a cadeirinha usando os sistemas existentes no seu carro. Você também pode contatar a CRIANÇA SEGURA para mais informações.



CUIDADOS ESPECIAIS

20. Meu filho simplesmente não fica parado em sua cadeirinha de segurança. O que devo fazer?
Existem algumas variáveis que podem influenciar se uma criança fica ou não na cadeirinha de segurança. Os pais ou as pessoas que cuidam da criança devem se certificar de que:

• Todas as pessoas no carro, inclusive adultos, sempre usem cinto de segurança no carro. Isso mostra às crianças que dirigir sem cinto é inadmissível;

• Os cintos da cadeirinha de segurança da criança estejam ajustados corretamente, para que ela esteja confortável e segura. Para uma criança em cadeirinha de frente para o movimento, as tiras da cadeirinha devem estar na altura dos ombros ou um pouco acima. As instruções do fabricante da cadeirinha, que devem ser lidas e seguidas fornecem um direcionamento específico;

• O clipe peitoral, caso exista, esteja posicionado na altura das axilas da criança;

Além disso, é um assunto comportamental. Um método que é usado por muitos pais é afirmar que o carro não irá se mover a não ser que todos estejam com o cinto de segurança. Se uma criança escapa durante a viagem, você pode parar o carro em um LUGAR SEGURO e permanecer lá até que a criança concorde em sentar em sua cadeirinha de segurança.

Pode exigir um tempo extra da viagem no começo mas, uma vez que a criança perceba que permanecer em uma cadeirinha de segurança não é negociável, o problema acaba.



21. Por que um bebê não está seguro no colo da mãe quando é transportado no carro?
Os acidentes de carro são imprevisíveis e acontecem muito rapidamente, deixando pouco tempo para reação. O tempo médio de reação de um adulto é de ¾ de segundo, o que é muito lento para evitar o acidente. Mesmo que você pudesse reagir rapidamente, uma criança que pesa 10 kg, em um acidente de 50 km/h, teria um peso equivalente a 500 kg, ou seja, igual a um filhote de elefante.

A mãe pode esmagá-la ou, provavelmente, não conseguirá segurá-la e a criança será jogada contra outros passageiros, contra o vidro dianteiro ou para fora do veículo.



22. O que os pais devem fazer se não têm condições de comprar uma cadeirinha ou assento de segurança para o seu filho?
Temos certeza de que a segurança das crianças é uma prioridade para a família. Dessa forma, neste momento é importante que a família avalie seu orçamento e priorize seus gastos. O preço de uma cadeirinha nacional certificada é de aproximadamente R$ 250,00, cerca de 2% do valor de um carro econômico (R$ 15.000,00). Leve em consideração que este dispositivo de segurança poderá ser utilizado por 3-4 anos.



23. Como identificar se uma cadeira ou outro sistema de proteção está certificado dentro dos padrões de segurança?
Os modelos americanos certificados têm etiquetas nas quais se lê: “Esta cadeira atende aos requisitos das normas dos EUA”; os modelos europeus certificados têm etiquetas com algum destes códigos: E1, E2, E3, E4, que indicam para quais pesos são apropriados; e os modelos brasileiros devem identificar que seguem a norma NBR 14.400 e ter o selo do INMETRO.



24. O que o Código de Trânsito Brasileiro diz sobre o transporte de crianças?
O artigo 64 determina que crianças com menos de 10 anos de idade devem ser transportadas no banco traseiro (Lei nº. 9.503, de 23 de setembro de 1997).
Por meio da Resolução nº. 15, de 06 de fevereiro de 1998, que dispõe sobre o transporte de menores de 10 anos, para transitar em veículos automotores, os menores de 10 anos deverão ser transportados nos bancos traseiros e usar, individualmente, cinto de segurança ou sistema de retenção equivalente (Art.1º. RESOLUÇÃO nº. 015/98).



25. Posso usar a cadeirinha de segurança apenas em longas distâncias ou nas estradas?
Não. Recomendamos o uso de cadeirinha para qualquer situação de transporte, seja para ir à padaria seja para ir à escola do bairro. Cerca de 50% dos acidentes graves e/ou fatais ocorrem a menos de50 km de casa, outros 25% ocorrem a distâncias entre50 a200 km. Conseqüentemente, quase 60% dos acidentes graves e/ou fatais ocorrem em menos de 30 minutos de passeio. Outros 20%, entre 30 minutos e 1 hora (fonte: CET, 1992).



26. O que eu posso dizer para o meu filho de 10 anos que pede para andar sem cinto de segurança porque é muito “desconfortável”?
A resposta é “não”. O cinto de segurança bem usado consegue administrar as forças de uma batida e, conseqüentemente, os ferimentos não são tão graves. O cinto de segurança irá:

• Prevenir que seu corpo seja jogado de um lado para outro dentro e fora do carro;

• Distribuir a força da batida para as partes fortes e com osso do seu corpo;

• Distribuir a força da batida em uma área ampla de seu corpo;

• Permitir que seu corpo diminua a velocidade com o carro;

• Proteger sua cabeça, pescoço e medula espinhal.

Os cintos de segurança funcionam melhor se usados da forma como foram desenhados e testados:

• A criança deve estar sentada com as costas totalmente apoiadas no encosto e o apoio para a cabeça deve estar ajustado para suportar a parte de trás do pescoço e da cabeça;

• O cinto subabdominal deve estar confortável em cima dos ossos da coxa ou do quadril, e não no abdômen;

• O cinto deve ser posicionado de forma confortável no peito e na clavícula.

Cintos de segurança ajustados podem parecer um pouco desconfortáveis, mas a proteção que eles oferecem em um acidente vale a pena!



27. O que eu preciso saber sobre transportar meu filho com segurança em uma pickup?
A maior parte das dicas são muito parecidas com as de andar em um carro. Nos casos em que for absolutamente impossível que as crianças com menos de 10 anos andem no banco de trás, decisões difíceis devem ser tomadas. No geral, as crianças devem ser mantidas o mais longe possível de um airbag ativado.

Você deve consultar o fabricante do seu carro para desligar o airbag se uma criança com menos de 13 anos estiver sentada na frente. Muitos modelos de pickup vêm com um botão de liga/desliga pré-instalado. Bebês de costas para o movimento não podem nunca ser colocados em posições onde haja um airbag frontal ativado.

Se a pickup tiver um banco de trás, deve ser um banco de frente para o movimento. Cadeirinhas de segurança, incluindo suportes de segurança não podem ser usadas em bancos laterais. Se o banco de trás for posicionado de frente para o movimento, instale a cadeirinha de segurança nele.

ATENÇÃO: Crianças nunca devem ir na caçamba de camionetes ou outros veículos.



28. O ônibus da escola dos meus filhos não tem cintos de segurança. Isso não é perigoso?
Transportar as crianças na ida e volta da escola é um assunto importante para o sistema escolar, para pais e para aqueles que cuidam de crianças. A maioria das crianças mortas ou feridas em acidentes com ônibus escolares estava entrando/saindo do ônibus ou estava fora do ônibus. Os ônibus escolares são, estatisticamente, a melhor forma de transporte terrestre. A questão de haver cinto de segurança em ônibus escolares entretanto, é complexa.

Crianças em grandes ônibus escolares são protegidas por um sistema chamado “compartimentalização”. A alta absorção de energia por parte dos encostos dos assentos combinada com os espaços estreitos entre os bancos cria um “compartimento” para os ocupantes no acidente. Esse tipo de transporte é projetado com o conceito do “ovo em sua embalagem”, mantendo as pessoas confinadas e distribuindo as forças do acidente em uma ampla área do corpo.

Além disso, o tamanho dos veículos, horários típicos de trajeto e a visibilidade de um ônibus grande aumentam a proteção.

Os ônibus escolares pequenos que pesam menos que 4,5 toneladas devem estar equipados com cintos subabdominais, já que os ônibus pequenos sofrem as forças de um acidente de uma forma similar àquelas que passageiros de carros sofrem.



29. O que eu devo saber sobre crianças e airbags frontais?
Considerando que o tipo de batida mais comum é a frontal, o banco de trás é geralmente o lugar mais seguro para as crianças andarem, independentemente de airbags. Um estudo mostrou que crianças têm até 37% menos chances de morrer quando sentadas no banco de trás em vez de no banco da frente. A maior parte dos airbags atuais e antigos foi desenhada para proteger adultos em colisões frontais, não crianças, o airbag frontal pode causar ferimentos graves ou fatais em uma criança, principalmente quando ela está em uma cadeirinha de costas para o movimento ou fora de posição.

As pessoas estão mais bem protegidas quando seguem as regras abaixo:

• Crianças com menos de 10 anos devem estar com cinto de segurança no banco de trás;

• Nunca coloque uma cadeirinha de costas para o movimento com um airbag frontal ativado;

• Se uma criança precisar ser transportada no banco da frente;

• Proteja a criança corretamente de acordo com a sua idade e tamanho;

• Coloque o banco da frente o mais longe possível do painel;

• Não permita que a criança se incline em cima do painel;

• Contate o fabricante do veículo para saber como desligar o airbag.



30. E se meu carro tiver airbags laterais?
Airbags laterais aumentam a proteção de adultos no mais perigoso tipo de acidente: colisão lateral. Muitos especialistas acham que as crianças que estiverem apoiadas em um airbag lateral no momento de um acidente podem ser seriamente feridas, dependendo do tipo do airbag.

Considerando que existem vários modelos de airbags laterais, a melhor fonte de informação é o fabricante do automóvel. Busque recomendações no manual do seu automóvel e contate o departamento de atendimento pós-venda para mais informações.



31. Qual é a forma mais segura de transportar meu filho num avião?
Apesar de não serem geralmente exigidas em aviões, as crianças devem usar cadeirinhas de segurança até que elas tenham no mínimo 18 kg (dependendo da cadeirinha de segurança do seu filho). O cinto de segurança corretamente usado protege crianças e adultos durante a decolagem e a aterrisagem, no caso de turbulências e no caso de acidentes não fatais. A grande maioria das cadeirinhas de segurança, tanto de costas para o movimento (bebê-conforto) como de frente para o movimento, pode ser usada nos aviões; mas assentos de segurança não podem ser usados. Levar a cadeirinha de segurança com você também é bom porque você vai tê-la durante toda a viagem.

Antes de viajar, é recomendado que você verifique com o fabricante de sua cadeirinha se ela pode a ser instalada em aviões e contate a companhia aérea para obter informações sobre políticas de cadeirinha de segurança e descontos por cadeiras adicionais.

 

32. Os cintos de segurança Infantis tipo Criancito, Safe Kid, etc., são uma boa alternativa?

A ONG Criança Segura Safe Kids Brasil só recomenda cadeiras e assentos de segurança certificados seja com selos americanos, europeus ou do INMETRO. Desconhecemos que estes produtos tenham sido testados para comprovar sua eficiência.



33. É possível que duas crianças dividam o mesmo cinto de segurança?
Duas pessoas não devem nunca dividir o mesmo cinto de segurança.
O cinto foi projetado para uma pessoa apenas.

 

 

Tags: Cadeirinha, Carro, Segurança

Enviar comentário

voltar para No Carro

left tsN center fsN fwR bsd b01 c15n show|left fwR tsN b01s bdt|left show fwR normalcase tsN bdt b01s|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 c05 sbse fwB bdt|fsN fwR b01 bsd normalcase c05|b01 c05 bsd|news login uppercase fwB c05 b01 bdt|tsN fwR normalcase c15nesw b02 bdt|fwR uppercase b01 bsd|content-inner||