Massagens indicadas na gravidez e seus benefícios

Publicado por em 09/06/2016 às 20h46

O corpo da mulher passa por grandes modificações durante a gravidez. Há ainda algumas situações bastante irritantes ou pouco saudáveis que apenas com massagens mais adequadas podem ser amenizadas. Mas você sabe quais as massagens mais adequadas durante a gravidez e seus benefícios? Confira a seguir uma seleção de indicações e as melhores massagens.

Vantagens e benefícios das massagens para a gravidez

Vantagens e benefícios das massagens para a gravidez

Os inchaços, falta de circulação sanguínea adequada, dores nas costas e problemas para descansar à noite são muito frequentes entre as mulheres que estão grávidas. No primeiro trimestre, estes sintomas podem ser seguidos de enjoos e cansaço, e nos últimos meses, o peso faz com que a coluna e as articulações doam. O estresse também ajuda para que os músculos fiquem tensos e doloridos.

Mas tudo isso pode ter um fim, se a futura mamãe optar pela massagem mais adequada ao seu caso. Além de passar a conhecer melhor seu corpo, a gestante ficará mais calma e centrada, com menos dores articulares e musculares, com a sensação de leveza após a drenagem do inchaço, principalmente nas pernas, e poderá dormir melhor à noite. Basta uma ou duas sessões por semana para que o tão sonhado bem-estar possa ser possível.

Quem poderá definir o melhor tipo de massagem para a sua gravidez é o seu médico obstetra. Ele poderá avaliar possíveis riscos e liberá-la para fazer a massagem mais indicada. As massagens são tradicionalmente indicadas durante a gravidez, desde que não haja contraindicações. Consulte o seu médico antes de fazê-las.

Contraindicações

Os médicos costumam não indicar as massagens no primeiro trimestre de gestação, pois há risco maior de aborto espontâneo. É sempre indicado que a grávida procure um profissional especializado em gestantes e que utilize produtos adequados. As massagens para gestantes devem ser leves, pois não é preciso força para ativar a circulação sanguínea.

Em gravidez de risco, as massagens são contraindicadas: é o caso de mulheres com hipertensão arterial, trombose venosa profunda ou insuficiência renal e diabetes. Muitas vezes, quando a barriga está grande demais, a mulher pode ficar de lado, com o apoio de almofadas.

Tipos de massagens para a gravidez

Drenagem linfática manual: É perfeita para combater os inchaços e a retenção de líquidos. Ativa a circulação sanguínea. Deve ser realizada a partir do segundo trimestre de gravidez. É também muito relaxante e suave.

Massagem relaxante: Trata-se de um tipo mais calmo, ideal para mulheres estressadas ou com distúrbios do sono. Combate à ansiedade e as dores lombares.

Massagem pélvica: Só pode ser realizada por profissionais especializados e apenas nas últimas semanas de gestação. É indicada para mulheres que desejam ter parto normal. O objetivo é alongar os músculos pélvicos, podendo evitar a epistomia, quando é feito um corte no períneo para facilitar a passagem do bebê. 

Shiatsu: É um tipo de massagem oriental, que ativa certos pontos do corpo, como faz a acupuntura. É indicada para o segundo trimestre de gestação.

Tags: Beleza, Gravidez, Massagem, Saúde Na Gravidez

Enviar comentário

voltar para Moda e Beleza

left tsN center fsN fwR bsd b01 c15n show|left fwR tsN b01s bdt|left show fwR normalcase tsN bdt b01s|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 c05 sbse fwB bdt|fsN fwR b01 bsd normalcase c05|b01 c05 bsd|news login uppercase fwB c05 b01 bdt|tsN fwR normalcase c15nesw b02 bdt|fwR uppercase b01 bsd|content-inner||