Como proteger uma criança de um envenenamento e intoxicação

Publicado por em 17/02/2013 às 10h03

Como proteger uma criança de um envenenamento e intoxicaçãoAs crianças com até dois anos de idade correm maior risco de envenenamento não intencional. Produtos de limpeza e medicamentos são riscos significantes. Os bebês podem se envenenar respirando a fumaça de fumo. Preste atenção nas plantas. Verifique antes de comprá-las, se são seguras para suas crianças.

Curiosidade é um estágio natural do desenvolvimento da criança, mas isso também pode colocá-la em grande risco de envenenamento e intoxicação não intencional.

Quando expostas ao veneno, crianças sofrem conseqüências mais sérias, pois elas são menores, têm metabolismo rápido e seus organismos são menos capazes de lidar com toxinas químicas.

Para manter as crianças em segurança vamos ver alguns cuidados que podem fazer a diferença e ajudar muito em casa.

Cuidados para proteger a criança de um envenenamento ou intoxicação


• Guarde todos os produtos de higiene e limpeza e medicamentos trancados, fora da vista e do alcance das crianças;

• Mantenha os produtos em suas embalagens originais. Nunca coloque um produto tóxico em outra embalagem que não a sua. Poderá ser confundido com algo sem perigo;

• Saiba quais produtos domésticos são tóxicos. Produtos comuns como enxaguantes bucais podem ser nocivos se a criança engolir em grande quantidade;

• Dê preferência a embalagens de segurança. Tampas de segurança não garantem que a criança não abra a embalagem, mas podem dificultar bastante, a tempo que alguém intervenha;

• Nunca deixe produtos venenosos, sem atenção enquanto os usa. Só leva alguns segundos para que ocorra um envenenamento;

• Não crie novas soluções de limpeza misturando diferentes produtos designados para outro fim. Esta nova mistura pode ser nociva às crianças;

• Sempre leia os rótulos e bulas, siga corretamente as instruções para dar remédios às crianças, baseado no peso e idade, e use apenas o medidor que acompanha as embalagens de medicamentos infantis;

• Nunca se refira a um medicamento como doce. Isto pode levar a criança a pensar que não é perigoso ou que é agradável de comer. Como as crianças tendem a imitar os adultos, evite tomar medicamentos na frente delas;

• Saiba quais plantas dentro e ao redor de sua casa são venenosas, remova-as ou deixe-as inacessíveis para as crianças. Veja quais os vegetais tóxicos mais comuns;

• Ensine as crianças a nunca colocarem na boca folhas, caule, casca, nozes ou sementes de qualquer planta;

• Quando adquirir um brinquedo para a criança, certifique-se que ele é atóxico, ou seja, não contém componentes tóxicos;

• Jogue fora medicamentos com data de validade vencida e outros venenos potenciais. Procure em sua garagem, porão e outras áreas de armazenamento por produtos de limpeza ou de trabalho que você não utiliza;

• Instale detectores de fumaça em sua casa. É estimado que estes detectores, projetados para soar um alarme antes que o nível de monóxido de carbono (fumaça) acumulado seja perigoso, podem prevenir metade das mortes por envenenamento por monóxido de carbono. Se o alarme soar, deixe a casa imediatamente e ligue para o departamento de bombeiros ou serviço de emergência médica;

• Mantenha telefones de emergência próximos aos aparelhos de telefone de sua casa. Peça para os avós, parentes e amigos fazerem o mesmo;

• Em caso de intoxicação, entre em contato imediatamente com o pronto-socorro ou Centro de Toxicologia de sua cidade para receber orientações adequadas.

Saiba mais


• A grande maioria dos casos de exposição a veneno acontece no ambiente de casa;

• As crianças mais novas estão naturalmente em maior risco, e a maior freqüência de casos ocorre entre as crianças até 4 anos;

• Crianças podem ser envenenadas por muitos produtos domésticos comuns, incluindo produtos de limpeza, cosméticos, plantas, corpos estranhos, brinquedos, pesticidas, produtos de arte, tintas, álcool, medicamentos e vitaminas;

• Chumbo (muito comum em tintas) e monóxido de carbono representam um significativo risco de envenenamento de crianças;

• As tintas do berço e da parede de sua casa podem conter substâncias tóxicas como chumbo e monóxido de carbono, as quais fazem mal à saúde da criança.


Perguntas mais freqüentes:


1. Como eu posso me preparar para emergências de envenenamento?

Tenha sempre à mão o telefone de um Centro de Controle de Toxologia. Esteja preparado para informar certos fatos à telefonista quando ligar, como:

· Idade da vítima;

· Peso da vítima;

· Condições de saúde e problemas existentes;

· O tipo de substância e modo de contato (ex.: se engoliu, salpicou nos olhos, etc);

· Se foi feito algum primeiro-socorro.

2. Eu acho que meu filho bebeu algo venenoso! O que devo fazer?


Mantenha-se calma. Nem todos os medicamentos e produtos de limpeza são tóxicos. No caso de produtos de limpeza, siga as instruções do rótulo e depois ligue para o Centro de Controle de Toxologia mais próximo a você.

No caso de medicamentos, ligue imediatamente para o Centro de Controle de Toxologia. Caso não consiga contatá-los, ligue 192 (pronto-socorro).

Importante:
NUNCA provoque vômito ou dê leite para a criança sem orientação médica


3. E quanto às plantas venenosas?


Muitas plantas parecem ser inofensivas, mas podem oferecer grandes riscos de intoxicação às crianças. Consulte o site da FIOCRUZ e conheça mais sobre as plantas perigosas

 

 

Enviar comentário

voltar para Em Geral

left tsN center fsN fwR bsd b01 c15n show|left fwR tsN b01s bdt|left show fwR normalcase tsN bdt b01s|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 c05 sbse fwB bdt|fsN fwR b01 bsd normalcase c05|b01 c05 bsd|news login uppercase fwB c05 b01 bdt|tsN fwR normalcase c15nesw b02 bdt|fwR uppercase b01 bsd|content-inner||