Andador para bebês, usar ou não usar?

Publicado por em 08/10/2013 às 00h48

Andador para bebês, usar ou não usar?Quando avaliamos as vantagens e desvantagens sobre o uso dos andadores, parece que só encontramos desvantagens, então porque será que o andador é tão mau visto?

Alguns estudos feitos sobre andadores mostram que eles não afetam o momento em que uma criança aprende a andar, a maioria dos estudos demonstram que se houver qualquer efeito sobre os primeiros passos, é apenas de algumas semanas e que os bebês que usam andador podem desenvolver no inicio uma marcha anormal, mas que costumam se resolver rapidamente.

Então qual é a questão com o andador?

Isso mesmo, a questão é SEGURANÇA. O andador pode causar sérios acidentes, principalmente em relação a quedas, os índices de acidentes graves foi o que motivou sua proibição no Canadá.

As crianças podem desenvolver uma velocidade no andador, desproporcional ao seu reflexo podendo bater em quinas, batentes e móveis, ou ainda tropeçar em tapetes, sapatos e afins e cair com a cabeça e os ombros contra o chão.

Por isso a importância de se tomar todos os cuidados quando colocamos uma criança no andador, a criança deve estar sempre em lugar plano, longe de escadas, piscina, NUNCA NA COZINHA, e o mais importante com um adulto ao lado e a total atenção direcionada a criança. Nada de pensar que colocar a criança no andador vai dar um momento de descanso ao adulto, isto é ERRADO e como todo brinquedo o andador é um momento de interação com a criança.

O andador deve ser usado na idade certa e durante 40 minutos por dia sendo 20 minutos na parte da manhã e 20 minutos na parte da tarde. Quando usado por longos períodos, a posição da criança pode sobrecarregar a coluna e as perninhas do bebê.  A criança não pode ser privada de outras atividades como engatinhar se arrastar, apoiar para conseguir ficar em pé, e até mesmo dar os primeiros passos com ajuda de um adulto.

Os pais precisam estar cientes de que os andadores não farão o seu filho andar mais rápido, existe sim um risco alto de quedas e a brincadeira precisa de supervisão, afinal qual a brincadeira de bebê que não precisa? Deve-se ter em mente que toda criança precisa de estímulos para engatinhar, levantar e andar. Estímulos fazem parte de toda etapa de crescimento e desenvolvimento da criança.

Uma das principais restrições ao uso do andador é devido ao alto numero de acidentes que ele pode provocar, mas percebemos em muitos casos que isso ocorre por negligência dos pais então tome alguns cuidados ao colocar seu filho no andador:

  • Esteja atento (a) ao bebê o tempo todo. Não se distraia fazendo outras coisas. Isso pode evitar quedas.
  • Só coloque no andador crianças acima de sete meses de idade.
  • Limite o tempo de uso do andador em cerca de vinte minutos, no máximo duas vezes ao dia.
  • Compre um andador de base bem larga, que tem menos chance de virar.
  • Só deixe a criança andar em chão plano e livre de tapetes, fios, sapatos, brinquedos ou quaisquer outros objetos.
  • Nunca deixe uma criança usar um andador em locais onde haja escadas por perto.

 

 

Enviar comentário

voltar para Em Geral

left tsN center fsN fwR bsd b01 c15n show|left fwR tsN b01s bdt|left show fwR normalcase tsN bdt b01s|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 c05 sbse fwB bdt|fsN fwR b01 bsd normalcase c05|b01 c05 bsd|news login uppercase fwB c05 b01 bdt|tsN fwR normalcase c15nesw b02 bdt|fwR uppercase b01 bsd|content-inner||