Meu bebê na TV...Será?

Publicado por em 14/09/2017 às 23h18

Bebê artista: Meu bebê na TV...Será?Bebê artista ...

Seu bebê é tão lindo e você não resistiu ao contato da agência de talentos e levou seu pequeno para fazer testes para TV. Cuidado, ter o seu bebê reconhecido num comercial ou novela encanta, mas a vida de artista tem seu ônus para a infância.

Primeiramente, é de fundamental importância que ambos, pai e mãe, estejam de acordo com esse início de trabalho na infância, tendo em mente o que ele representará de impacto na rotina da família.

O que modificará na agenda da família:

  • Disponibilidade para levar o filhote para testes (muitas vezes mais de uma vez).
  • Nos dias de teste, ter a sua rotina e a do bebê, completamente alterada por conta das horas entre traslado e permanência no local do teste.
  • Programação para que não falte nada para o bebê no local do teste (mamadeiras, papinhas, frutas, ...), principalmente se o bebê tiver alguma restrição alimentar.
  • Estar preparado pois o bebê pode ficar indisposto e dar um trabalhão no dia do teste, o que significa que ele pode chegar enjoadinho em casa e não dormir direito.

Depois disso, se você ainda acha tentador ver seu filho na TV, pense bem e busque oportunidades com cautela, visando respeitar os limites e a idade do seu pequeno.

Uma vez estrelando, oficialmente, nas telinhas da TV, possivelmente seu pequeno será chamado para mais testes, o que pode ser exaustivo pra ele/ela.

Ter um bebê artista mexe com a vaidade dos pais que, se não tiverem os pés na realidade, podem ficar muito frustrados com a descontinuação natural dos convites para teste. Com o passar do tempo, a aparência e características das crianças muda muito e talvez elas não chamem mais a atenção que costumavam chamar. Muitos pais não entendem, ficam indignados e acabam transparecendo essa frustração para a criança, o que é péssimo.

O processo de criação de auto imagem e auto estima começa já nos primeiros meses de vida e não podemos ignorar o impacto negativo que essa rejeição pode causar.

Do outro lado está a vaidade, que pode evoluir no pequeno por conta do excesso de elogios e reconhecimento, típicos quando a criança cresce em frente as câmeras. Todos esses pontos devem ser avaliados antes de ceder aos encantos dos estúdios de filme e foto. O ideal é que a criança tenha idade para dizer se sente-se ou não confortável para esse tipo de trabalho, pois no final das contas é a vida da mesma que está em jogo.

Abraços,
Andreia S. Jenkins

Bio: Andreia S. Jenkins é educadora, formada em Literatura pela UFRJ e consultora sobre comportamento infantil e relação mãe-filho.
 
Tags: Bebê, Educação e Comportamento, Televisão

Enviar comentário

voltar para Educação e Comportamento

left tsN center fsN fwR bsd b01 c15n show|left fwR tsN b01s bdt|left show fwR normalcase tsN bdt b01s|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 c05 sbse fwB bdt|fsN fwR b01 bsd normalcase c05|b01 c05 bsd|news login uppercase fwB c05 b01 bdt|tsN fwR normalcase c15nesw b02 bdt|fwR uppercase b01 bsd|content-inner||