Dar colo é saudável ou não?

Publicado por em 28/05/2016 às 16h11

Colo não deixa mal acostumado, colo transmite amor e segurança

Colo não deixa o filho mal acostumado – Colo transmite amor e segurança !

Olá! Quero dividir com vocês minha reflexão sobre a questão de manter ou não nossos filhos no colo. De imediato quero recordar duas coisas.

A primeira é a questão dos primeiros meses de vida do bebê após o nascimento: a mudança de seu meio ambiente; não nos esqueçamos que o primeiro ambiente que ele conhece é o útero materno. E este espaço tem para ele um sinônimo: segurança.

Ao nascer este lugar é trocado para um repleto de sensações diversas, como som, luz, movimento externo. Naturalmente é uma mudança perceptível para ele. E é necessário que ele sinta-se seguro como antes! Então aqui entra o colo da mãe.

É importante saber que o desenvolvimento completo do bebê se dá com sua saúde física e psicológica; na primeira, o contato pele a pele com a mãe é de suma importância. A pele é o primeiro dos órgãos dos sentidos e é através dela que ele interage com seu novo ambiente e percebe sensações. Na segunda, é preciso o desenvolvimento da afetividade e aqui, novamente através da pele, ele tem a percepção tátil do carinho, do aconchego; sente-se querido e saberá, mais tarde, retribuir o carinho recebido.

Portanto, o colo é vital para o bebê!

A segunda é a questão cultural do nosso país que segue a tradição europeia da criança no berço, na cama, no carrinho; reparemos nas crianças africanas e peruanas, por exemplo, sempre aconchegadas ao corpo materno; mesmo quando as mães estão trabalhando elas não são deixadas. Passam a ser carregadas nas costas...

Vemos assim que a reprimenda às mães, por ficarem muito tempo com seus filhos no colo, não faz sentido. 

Se tivermos que reprimir algo é a falta de bom senso e coerência de algumas mães nestes casos.

Desde cedo é extremamente importante a comunicação entre mãe e filho.

No início ela se dá através do colo – carinho, aconchego, abraço; aqui o bebê já se comunica de forma não verbal e identifica a mãe através da tonalidade da voz, do cheiro da pele, da temperatura corporal, do som da batida de seu coração.

À medida que o tempo passa, entre as mensagens verbais e não verbais, a comunicação entre a mãe e a criança se fortalece e ambas reconhecem, uma na outra, o querer, o pedir, o sim e o não.

Quando a fala se estabelece e completa, sendo possível um diálogo, a comunicação fica mais fácil e o bom senso deve passar por todo o processo.

A coerência da mãe é importante para que a criança tenha segurança e estabilidade em suas reações. Se o colo agora não é possível e você diz que será daqui a pouco, que seja daqui a pouco! Não deixe cair no esquecimento; não a deixe perder a confiança em você.

Se ela pede atenção e você diz que vai apenas terminar o telefonema, desligando, dê a ela a atenção necessária.

É nos seus passos que ela se espelhará e é com você que ela aprenderá a ter segurança e a compartilhar sentimentos.

E não creia nesta conversa de que manter no colo criará nela um hábito e ela nunca mais sairá do colo. Se for assim, deixar a criança no chão chorando, criará nela um hábito e ela nunca mais deixará de chorar...

Se for possível, dentro de suas condições de mãe, que ela não chore!

Que ela tenha sempre a certeza de que não lhe falta carinho, que não lhe falta amor!

Que ela tenha um, dois, cinco, dez, quinze anos!

Sejamos verdadeiras: quantas vezes nós, adultas, não precisamos e não sentimos falta de um colo?...

Colo significa segurança e amor. Colo manda a mensagem: aqui estou. Dentro de meus braços você está protegido.

Tenha confiança em si, em sua capacidade de amar e fazer o melhor. Se é de colo que sua criança precisa, não negue a ela um gesto tão simples, tão fácil, tão doce, e que traduz eu te amo!

Mamãe
Vanessa Motta Reis

Categoria: Maternidade

Enviar comentário

voltar para Diário de Mãe

left tsN center fsN fwR bsd b01 c15n show|left fwR tsN b01s bdt|left show fwR normalcase tsN bdt b01s|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 c05 sbse fwB bdt|fsN fwR b01 bsd normalcase c05|b01 c05 bsd|news login uppercase fwB c05 b01 bdt|tsN fwR normalcase c15nesw b02 bdt|fwR uppercase b01 bsd|content-inner||