Como preparar e oferecer a primeira papinha

Publicado por em 07/06/2015 às 23h57

A primeira papinha do bebê causa muita ansiedade nas mães, pelo menos comigo foi assim, não via a hora de oferecer novos sabores as minhas filhas, a primeira papinha da Malu me causou muitas dúvidas e na ocasião não fui tão bem orientada como agora com a Valentina.

Malu foi liberada para sucos e frutas aos seis meses e papa salgada aos sete meses, Valentina completou no final de maio seis meses e foi liberada a papa salgada e frutas, água e sucos por enquanto não, ela continua com o aleitamento materno então não tem necessidade por enquanto.

Me lembro que com a primeira filha a orientação foi bater no liquidificador, oferecer uma papinha praticamente liquida e um legume de cada vez para que ela pudesse conhecer cada sabor, desta vez está sendo diferente o liquidificador ficou aposentado, estou usando somente o garfo para amassar e os legumes já puderam ser misturados o que facilitou muita a aceitação da papa pela Valentina, para as mamães que como eu estão iniciando esta fase deliciosa ou que irão começar logo logo, veja como ficou a introdução da Valentina.

Como preparar e oferecer a primeira papinha

Primeira papinha do bebê

  1. Os legumes devem ser cozidos de preferência no vapor ( deixe cozinhar bastante para que fiquem bem macios) e amassados com um garfo.
  2. Escolha um legume da família dos amarelos, um dos vermelhos e acrescente chuchu em todas, o chuchu tem bastante água e vai ajudar bastante na hora de misturar para não deixar a papinha ficar consistente demais, além dos seus nutrientes que são importantes.
  3. A carne deve ser cozida e triturada no mix.
  4. As folhas (verde) devem ser bem lavadas e depois colocadas em água bem quente (escaldar) para que fiquem molinhas e depois trituradas também no mix, pode ser triturada junto com a carne.
  5. Depois dos legumes cozidos e amassados, a carne e as folhas trituradas basta misturar tudo e se preferir pode colocar um colher pequena de sobremesa de azeite ou óleo de canola, mas só depois de pronta.
  6. Por enquanto NÃO leva sal.
  • Legumes Amarelos: batata doce ou batata inglesa ou batata baroa (mandioquinha) ou batata asterix (parece a batata inglesa mas tem a casca rosada) ou inhame ou aimpim.
  • Legumes Vermelhos: abóbora ou cenoura ou beterraba
  • Carne: músculo ou peito de frango
  • Verde: bertalha ou agrião ou espinafre ( o brócolis e a couve por enquanto não foram liberados porque causam bastante gazes na criança)

A papinha é servida entre 11:00hs e 11:30hs e após uns 15 minutinhos que terminou a papa ela mama um pouquinho já que o suco e a água por enquanto não estão liberados.

Quando triturei a carne e as folhas fiquei com  receio que ela pudesse engasgar, porque acaba ficando uns pedacinhos e pra quem estava acostumada até então com liquido e agora está fazendo a introdução do sólido e ainda com pedacinhos, achei que ela fosse ter dificuldades, mas os bebês são muito espertos e ela fica amassando a papa na boca com a gengiva antes de engolir.

Tudo isto para o bebê é uma transição e tanto, principalmente porque vai mexer com o intestino da criança, então observe os alimentos que prendem o intestino para combinar com uma fruta que solta.

Para iniciar prefira os alimentos mais adocicados, é mais fácil para os bebês aceitarem (exemplo, batata doce chuchu abóbora agrião carne)

Se precisar pode ser feito uma quantidade para dois dias, como não leva temperos pode manter na geladeira por 24 horas.

Alguns bebês aceitam bem as papinhas salgadas outros não, tive as duas experiências aqui em casa, a Valentina no primeiro dia comeu tudo, adorou. Já com a Malú as coisas não foram tão fáceis, foi preciso muita paciência e insistência e até hoje é assim.

A quantidade oferecida aqui em casa por orientação da pediatra é de 120 ml até 150 ml e por enquanto esta sendo oferecido somente o almoço e por volta das três horas que é quando ela acorda da sonequinha da tarde ela come uma fruta.

Frutas liberadas: banana prata, ouro ou nanica - maça - pêra - mamão papaya (em todas as frutas expremer meia laranja lima)

Dicas

Colher de silicone NUKEscolha um prato infantil fundo e de preferência com tampa para oferecer a papinha.

As colheres de silicone são minhas favoritas e tem uma em particular da marca NUK (veja aqui)que gosto bastante porque tem o cabo longo, facilita bastante para a mãe, usei com a Malú e agora com a Valentina.

Tenha potinhos próprios para guardar a papinha e que possam ser levados ao freezer caso você precise congelar.

Com seis meses o bebê já consegue sentar, coloque - o num cadeirão de refeição próximo a mesa e deixe o ambiente tranquilo para que a criança não fique agitada ou se distraia durante a alimentação. 

A Alimentação deve ser prazerosa para a criança desde a sua introdução.

Mamãe
Vanessa Motta Reis

Categoria: Alimentação, Filhos

Enviar comentário

voltar para Diário de Mãe

left tsN center fsN fwR bsd b01 c15n show|left fwR tsN b01s bdt|left show fwR normalcase tsN bdt b01s|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 c05 sbse fwB bdt|fsN fwR b01 bsd normalcase c05|b01 c05 bsd|news login uppercase fwB c05 b01 bdt|tsN fwR normalcase c15nesw b02 bdt|fwR uppercase b01 bsd|content-inner||