Crescer dói? O que é dor de crescimento?

Publicado por em 05/01/2017 às 07h17

Afinal, crescer dói? O pior de tudo é que, infelizmente, em alguns casos, dói sim! Essa é a famosa dor de crescimento e ela é mais comum do que se pode imaginar.

A boa notícia é que algumas ações simples, tal como a massagem, já são suficientes para ajudar a aliviar o incomodo.

Então, se você quer saber mais sobre o assunto, continue lendo e se informe. Vamos lá?!

Crescer dói? O que é dor de crescimento?

Mas afinal, o que é a dor de crescimento?

A famosa dor de crescimento nada mais é do uma sensação nada agradável que costuma se manifestar em crianças que estão em fase de desenvolvimento físico, principalmente entre os 3 e 8 anos.

Segundo pesquisas recentes, de 5% a 15% da população de crianças já enfrentou o problema pelo menos uma vez. Entretanto, pesquisas de fora do Brasil afirmam que esse índice pode chegar a 40%.

O que causa a dor de crescimento?

Existem muitas causas possíveis e teorias sobre a causa das dores. O mais comum é acreditar que os ossos estão crescendo em velocidade maior aos músculos e tendões e acaba sobrecarregando-os. Entretanto, nada disso possui qualquer comprovação científica.

Outra alternativa bastante aceita é a de que se trata de um tipo de fadiga muscular. Essa fadiga pode ser provocada tanto pelo excesso de atividades físicas ou mesmo de brincadeiras no decorrer de um dia, isso tudo ainda pode ser agravado pelo estresse que é comum aparecer em determinados momentos da vida da criança, como o período de provas escolares, por exemplo.

Há ainda uma desconfiança de que essas dores possam ser causadas por um fator hereditário. Isso porque a maioria dos pais das crianças que apresentam o problema também já passou pelo mesmo na infância.

Em que membros do corpo a dor de crescimento acontece com maior frequência?

A maior ocorrência da dor de crescimento é nos membros inferiores, principalmente na região da panturrilha, nas coxas e nos joelhos. Ela também pode afetar os braços e pernas simultaneamente em 10% a 20 % dos casos.

Vale lembrar ainda que de 30% a 50% das crianças que sofrem com esse problema ainda podem manifestar dor de cabeça associada.

Quais as principais características dessas dores?

A chamada dor de crescimento costuma aparecer, normalmente, ao fim da tarde e começo da noite. Isso acontece porque é o momento em que a musculatura esfria e relaxa, depois de um dia de atividades. Ela também pode se manifestar mais tarde, embora seja incomum e algumas crianças, inclusive, despertam no meio da noite chorando de dor.

A dica é que os pais sempre valorizem a queixa da criança. Isso porque exercícios intensos, frio e até mesmo estresse causado por brigas ou bullying podem acabar intensificando a dor, pois dificultam o relaxamento do músculo, intensificando a sensação de dor.

O mais importante é saber que, na maioria das vezes, o sintoma de dor regride de forma espontânea, não trazendo nenhum prejuízo para a criança. Por isso mesmo, não se espante se o pediatra não prescrever nenhum tipo de medicamento.

O melhor de tudo é que somente uma avaliação clínica já é capaz de fornecer um diagnóstico por exclusão para o problema.

Mas então, como aliviar os sintomas da dor de crescimento?

Segundo uma pesquisa feita pelo Instituto da Criança do Hospital das Clínicas de São Paulo, o acolhimento se mostrou eficaz em 80% dos casos. Isso quer dizer que, conversar com a criança e tranquiliza-la é uma boa estratégia.

Além disso tudo, fazer uma massagem com álcool em gel ou realizar a aplicação de bolsa de água morna na região dolorida ajudam a completar o tratamento.

Então, aproveite essas dicas e não tenha mais problemas com a dor de crescimento. Em caso de dúvidas, sempre consulte o pediatra e peça recomendações.

 

 

Tags: Desenvolvimento, Dor De Crescimento

Enviar comentário

voltar para Desenvolvimento

left tsN center fsN fwR bsd b01 c15n show|left fwR tsN b01s bdt|left show fwR normalcase tsN bdt b01s|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 c05 sbse fwB bdt|fsN fwR b01 bsd normalcase c05|b01 c05 bsd|news login uppercase fwB c05 b01 bdt|tsN fwR normalcase c15nesw b02 bdt|fwR uppercase b01 bsd|content-inner||