Dormir no quarto dos pais diminui o risco de morte súbita?

Publicado por em 25/06/2018 às 21h46

Dormir no quarto dos pais diminui o risco de morte súbita?

A morte súbita é um dois maiores medos entre os pais de recém-nascidos. É comum que chequem frequentemente o bebê durante o sono e a ansiedade aumenta quando ele começa a dormir por mais horas seguidas durante a noite. 

O assunto de deixar ou não o bebê dormir no quarto dos pais divide os especialistas. Há os que digam que isso pode deixar o bebê muito dependente e interferir na vida conjugal dos pais. Outros defendem que estar próximo da mãe é fundamental para o bebê nessa fase da vida. 

Recentemente, foi realizada uma pesquisa pela Academia Americana de Pediatria (AAP) que pode trazer um fim a essa discussão. O estudo revela que crianças que dormem no quarto dos pais nos primeiros meses de vida tem 50% menos chances de sofrer morte súbita.

Não é uma ótima notícia? Continue lendo para entender melhor.

Os benefícios de estar próximo da mãe

A pesquisa feita pela AAP aponta como principal motivo para essa estatística o fato de que a mãe pode permanecer mais atenta ao bebê devido à proximidade.

A prática de deixar o bebê no mesmo quarto que a mãe também faz com que ele conviva com as mesmas bactérias que ela, o que melhora o sistema imunológico.

O recomendado é que o pequeno fique no mesmo quarto que os pais até o primeiro ano de vida. No entanto, fique atenta: outro fator importantíssimo para reduzir os riscos da morte súbita é o berço.

Cuidados com o berço para diminuir os riscos de morte súbita

É essencial que o bebê não durma na mesma superfície que os pais. Isso porque a maioria das pessoas se movimenta muito enquanto dorme, então o bebê pode se machucar ou até mesmo sufocar. Na verdade, até o primeiro ano de idade o bebê não deve dormir acompanhado nem de outra criança. Se você teve gêmeos, trate de providenciar dois bercinhos!

É recomendado que o colchão do berço não seja muito macio. Da mesma forma, é perigoso deixar o bebê dormir em poltronas e sofás. A superfície firme é mais segura pois impede que a criança “afunde” o rosto nela, diminuindo o risco de sufocamento.

Cuidado também com os objetos dentro do berço: bichinhos de pelúcia e travesseiros podem ser perigosos antes do primeiro ano de vida.

A posição ao dormir também é importante

Outra maneira de reduzir drasticamente os riscos de morte súbita nos primeiros meses de vida é cuidar para que o bebê durma sempre de barriga para cima. Esse simples detalhe reduz os riscos em até 53%!

É comum ouvir o mito de que é perigoso deixar o bebê dormir de barriga para cima, principalmente se o seu filho apresenta muito refluxo. Mas essa informação é apenas isso: um mito. Ficar de barriga para cima é a posição mais segura, mesmo quando o bebê sofre com refluxo. Os pequenos já possuem autonomia das vias respiratórias. A posição mais arriscada, de fato, é dormir de lado.

Mas atenção: evite colocar travesseiros e almofadas em volta do bebê para garantir que ele não se vire. Isso pode ser muito mais perigoso do que deixá-lo à vontade no berço.

Confira mais dicas de como garantir a segurança do seu bebê

Agora você já sabe que dormir no mesmo quarto que você, em um berço com colchão firme e sem objetos espalhados dentro e de barriguinha para cima pode deixar o seu bebê muito mais seguro.

Confira também outras dicas para afastar o fantasma da morte súbita e ficar mais tranquila:

  •          Alimente o bebê exclusivamente com leite materno até os seis meses de vida
  •          Evite colocar muitos cobertores para que o bebê não fique muito quente
  •          Vacine o seu bebê de acordo com as recomendações do pediatra
  •          Evite o uso de almofadas para manter o bebê parado no berço
  •          Não há evidências que a técnica do casulo ajude a reduzir os riscos de morte súbita
  •          Evite fumar ou ingerir álcool durante a gravidez e amamentação
  •          Deixar o bebê de barriga para baixo sob supervisão e enquanto ele está acordado pode ajudar no desenvolvimento e evitar a plagiocefalia posicional

O mais importante é estar sempre atento ao seu bebê e fazer o acompanhamento pré-natal e com o pediatra corretamente. Além disso, use todas essas dicas para dormir tranquila ao lado do seu bebê!

 

 Amanda R. Comício - psicóloga e educadora

 

Tags: Bebê, Desenvolvimento, Morte Súbita

voltar para Desenvolvimento

left tsN center fsN bsd c15n show fwB b10s|left fwR tsN b10s bsd|left show fwR normalcase tsN bsd b10s|bnull||image-wrap|news login uppercase fwB|fsN fwR b01 bsd normalcase c05|b01 c05 bsd|news login uppercase c05 fwR|tsN fwR normalcase|fwR uppercase b01 bsd|content-inner||