Trabalhar ou ficar em casa após a chegada do bebê?

Publicado por em 05/03/2017 às 16h05

Uma grande dúvida que atormenta as mulheres após o parto é: devo retornar ao trabalho ou me dedicar ao papel de mãe em tempo integral? Será oportuno abandonar temporariamente minha vida profissional e a minha carreira?

Em tempos de crise esta pergunta fica mais difícil de ser respondida, afinal, para determinados casais a renda da mulher é bastante significativa no orçamento.

O fato é que em muitos casos as mulheres não retornam ao seu trabalho ou acabam optando por um trabalho de meio período ou que, pelo menos, ofereça um horário mais flexível.

Mas afinal, o que levar em consideração antes da tomada de decisão?

Trabalhar ou ficar em casa após a chegada do bebê?A primeira coisa a ser feita é avaliar com cuidado alguns fatores, tais como:  situação financeira, seu apego a carreira profissional, sua personalidade e todos os sentimentos envolvidos nesta situação.

Em alguns casos a família chega à conclusão que é melhor a mãe dedicar-se com exclusividade à criança, pois que o salário da mulher não compensa o gasto com a creche, a mulher já vem insatisfeita com o seu trabalho ou mesmo pela dificuldade de equilibrar as tarefas da casa com o trabalho, o que de fato, não é uma tarefa nada fácil.

Em outros casos a decisão é tomada baseada na vontade dos pais de acompanhar de perto o desenvolvimento da criança e a certeza de que seu filho estará bem cuidado. Vale lembrar que existem alguns dados e evidências que afirmam que não é ideal deixar a criança por muitas horas na creche em determinadas situações e que, o contato constante com outras crianças, acaba afetando a sua saúde, principalmente no primeiro ano de vida.

Entretanto, nada disso é motivo de alarde e a vida segue, independente da nossa vontade. Por isso, se você não tem a possibilidade de cuidar do seu filho, não sinta culpa. Muitas crianças crescem fortes e saudáveis frequentando creches e escolinhas.

Só um salário supre nossas necessidades?

Trabalhar ou ficar em casa? O que devo levar em consideração?Esta é uma resposta muito importante. Se você disse que não, faça as contas e veja todas as possibilidades, afinal, você pode ter uma surpresa ao fazer isto. Leve em consideração o seu salário, o tempo que você se dedica ao trabalho e suas despesas em função dele, tais como: combustível, roupa, faxineira, almoço, café, estacionamento, creche e assim por diante.

Depois de fazer estes cálculos, você pode até chegar à conclusão que seu salário tem uma contribuição mínima, na renda da família.

Lado negativo de deixar o trabalho

O que você deve considerar nesse caso é a questão financeira, o equilíbrio emocional para se dedicar o dia todo ao bebê já que você pode se sentir sozinha, e nesse caso baixar sua autoestima. Vale lembrar que o apoio da família e de seu companheiro são fundamentais, tanto na tomada de decisão como nos momentos futuros.

Pode ocorrer também que a rotina doméstica acabe lhe deixando entediada, aumentando o risco de depressão pós-parto. Você também pode se sentir sobrecarregada com as tarefas do bebê, afinal, temos que lembrar que esse é um período de adaptação para ambos.

Como superar as dificuldades de ficar em casa?

Para evitar estes pontos negativos, procure manter contato, nem que seja pelas redes sociais, com amigos e pessoas que você gosta. Outra coisa que ajuda muito é usar as redes sociais para participar de grupos de pais que estão na mesma situação que você, afinal, essa troca de experiência pode ser de grande ajuda.

Tente encontrar pessoas que tenham outros interesses, como um passatempo ou um hobby em comum com você. Uma atividade que não seja sua rotina doméstica, vai ajudar a suprir a falta do seu lado profissional. Você poderá descobrir um grande talento que nem imaginava que tivesse. 

Então, aproveite essas dicas, pondere todos os pontos importantes da sua vida profissional e pessoal e, seja qual for a sua decisão, fique tranquila e tenha a certeza que foi a melhor decisão possível. Boa sorte!

Tags: Carreira, Gravidez, Maternidade, Mulher

Enviar comentário

voltar para Mulher e Maternidade

left tsN center fsN fwR bsd b01 c15n show|left fwR tsN b01s bdt|left show fwR normalcase tsN bdt b01s|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 c05 sbse fwB bdt|fsN fwR b01 bsd normalcase c05|b01 c05 bsd|news login uppercase fwB c05 b01 bdt|tsN fwR normalcase c15nesw b02 bdt|fwR uppercase b01 bsd|content-inner||