Como o papai pode ajudar nas tarefas com o bebê

Publicado por em 21/11/2014 às 09h26

Como o papai pode ajudar nas tarefas com o bebê

Peça ajuda para o papai!

Os primeiros dias da maioria das mamães, após o nascimento do bebê, são períodos com bastante cansaço, fadiga e até surge o sentimento de estar sobrecarregada. Mas isso é muito comum! Se estiver acontecendo ou vier acontecer, o melhor a fazer é dividir as tarefas, principalmente com o papai.

Todo bebê acorda uma ou mais vezes por noite. Para evitar que não tenha tempo para relaxar, analise a quantidade total de horas que precisa dormir por dia e divida em partes como, por exemplo, durma mais cedo à noite. Quando o bebê cochilar você também pode aproveitar para fazer o mesmo, afinal o bebê não precisa de cuidados enquanto dorme. Para não ser incomodada, tire o telefone do gancho e avisa a família que ambos precisam dormir para recarregar a bateria para o próximo período do dia.

Normalmente o pai tira folga do trabalho para acompanhar a esposa durante o parto e, após o nascimento do bebê, usufruiu da licença paternidade.  Para nós mães, muitas vezes, é difícil pedir auxílio durante esse período, porque o bebê necessita muito do vínculo materno. No entanto, compartilhe esse momento com o marido e deixe-o ajudar nas tarefas, porque o bebê também precisa desenvolver uma relação íntima com o pai.

De acordo com estudos e pesquisas é fundamental para a criança que seu nascimento seja desejado. E sentir o afeto do pai é tão primordial para o desenvolvimento como o próprio fato de tê-lo. O papel do pai nos primeiros três meses é indireto, porém muito importante para que a mãe proporcione segurança ao bebê.

Durante as primeiras semanas, quando a mãe e o bebê estão lutando para se conhecer, para se adaptarem um ao outro, a atitude do pai pode ser de grande ajuda. Como? Participando de algumas de suas ansiedades,  escutando suas dúvidas e ajudando a enfrentar uma situação difícil, são ótimas formas para ajudar  a ver as coisas com mais clareza.

O papai também pode auxiliar na troca das fraldas, dar banho, colocar para arrotar, cantar, ninar, colocar no berço, entre outras coisas. O pai precisa interagir com o filho desde os primeiros dias de vida, assim o laço paterno é estreitado e a rotina da mamãe fica mais tranquila, sem possíveis estresses e desconfortos. 

Mas se para algumas mães é difícil pedir ajuda, que tal os pais tomarem essa atitude? Confira algumas dicas de como fazer:

  • Demonstre o seu desejo em participar das tarefas e cuidar do bebê;
  • Sugira opções para fazerem em conjunto;
  • Definam as tarefas de cada um;
  • Se sentir medo, peça ajuda e tente quantas vezes for necessário até aprender;

Afinal a maternidade e a paternidade são momentos únicos de companheirismo e aprendizado.

 

Autora deste artigo: Fabiana Gonçalves
Jornalista por formação, leitora assídua por hobby, antenada por opção e mãe por amor.

Tags: Bebê, Criança, Paternidade

Enviar comentário

voltar para Carreira

left tsN center fsN fwR bsd b01 c15n show|left fwR tsN b01s bdt|left show fwR normalcase tsN bdt b01s|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 c05 sbse fwB bdt|fsN fwR b01 bsd normalcase c05|b01 c05 bsd|news login uppercase fwB c05 b01 bdt|tsN fwR normalcase c15nesw b02 bdt|fwR uppercase b01 bsd|content-inner||