A importância da amamentação ainda na sala de parto

Publicado em 17/11/2015 às 23h40

Existem vários detalhes que você deve combinar com o seu obstetra para o dia do parto: como quer que seja o seu trabalho de parto, se quer anestesia ou não, o quanto de interferência vai aceitar, etc... A lista agora aumentou e por conta de um item importante: amamentar seu bebê ainda na sala de parto.

A importância da amamentação ainda na sala de parto vem sendo confirmada por várias pesquisas no mundo todo e o ato é adotado em vários hospitais, sendo incentivados por especialistas da área. O primeiro benefício sem dúvida, é o vínculo que se forma entre a mãe e o bebê. O contato materno depois da movimentação do parto faz o recém-nascido ficar mais tranquilo. Ele reconhece o cheiro e o som da voz da mãe e se sente mais seguro.

A Importância da Amamentação na Sala de Parto - Benefícios para o bebê e para a mãe

 

Os benefícios para os bebês

A amamentação logo após o parto acelera a produção do colostro, a substância que é produzido pelas mamas antes da descida do leite materno. O colostro é muito especial pois é super nutritivo e funciona como a primeira imunização do bebê – ele fica protegido contra a maioria das infecções e doenças que poderia interferir no seu desenvolvimento, como hipertensão, diabetes, hipercolesterolemia, problemas cardíacos ou doenças inflamatórias no intestino.

Outro benefício importante para o recém-nascido é o estimulo que recebe para desenvolver o seu reflexo de sucção. Como ele é mais forte na primeira hora depois do nascimento, o bebê ter a chance de sugar nesse período ajuda muito no seu desenvolvimento. Além disso, o bebê demora um tempo para se adequar à nova temperatura fora do útero. O calor que ele sente ao ter seu corpinho encostado no da mãe o ajuda a regular sua temperatura.

 

Os benefícios para a mãe

A mãe também é bastante beneficiada quando amamenta logo após o parto. A amamentação faz com que o organismo feminino libere um hormônio chamado ocitocina. Esse hormônio aumenta a contração uterina e isso faz com que o útero, que foi completamente dilatado durante a gestação, volte ao tamanho normal mais rapidamente. Isso também auxilia na prevenção da hemorragia que pode ocorrer no pós-parto. Além disso, diminui as chances de a mulher desenvolver câncer de ovários ou mamas, anemia, osteoporose, diabetes. E ainda ajuda no começo da perda de peso que ganhou durante a gestação.

Mas um dos maiores benefícios da amamentação ainda na sala de parto é o incentivo a continuação da amamentação. Mãe e filho já se acostumam um com o outro e a mulher pode enfrentar seus receios se for sua primeira gravidez. E por que isso é tão importante? Porque o leite materno é o alimento mais completo que um bebê pode ter. Ele fornece todos os nutrientes que ele precisa e na quantidade exata para cada recém-nascido, como um alimento personalizado. A OMS (Organização Mundial da Saúde) preconiza que o aleitamento materno seja exclusivo, isto é, sem outros leites, chás ou mesmo água, até os seis meses de vida. Depois disso, a amamentação deve continuar sendo complementada por outros alimentos, até dois anos ou mais.

 

Quando é possível a amamentação ainda na sala de parto

 A amamentação ainda na sala de parto pode ser combinada com o seu obstetra. E não se trata de nada muito difícil de ocorrer. Assim que o bebê nasce, principalmente se a gestação foi normal, sem nenhum problema, ele é colocado sobre o peito da mãe. Como o ato de mamar é instintivo, o bebê vai procurar os mamilos para sugar. Isso pode ocorrer independentemente do tipo de parto realizado. Quando ele é natural, isso se torna mais fácil. Mas mesmo em cesáreas é possível combinar com o médico que o bebê seja colocado em seu peito após o nascimento. Quando é necessário examinar o recém-nascido por alguma razão, combine que assim que ele estiver estável será levado para você. Isso vai fazer uma grande diferença para o futuro!

Tags: Amamentação, Gravidez, Parto

Enviar comentário

voltar para Amamentação

left tsN center fsN fwR bsd b01 c15n show|left fwR tsN b01s bdt|left show fwR normalcase tsN bdt b01s|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 c05 sbse fwB bdt|fsN fwR b01 bsd normalcase c05|b01 c05 bsd|news login uppercase fwB c05 b01 bdt|tsN fwR normalcase c15nesw b02 bdt|fwR uppercase b01 bsd|content-inner||