Alimentos para fortalecer a imunidade das crianças

Publicado por em 16/07/2017 às 23h06

Com a chegada do inverno e as temperaturas baixas nosso organismo é afetado, ocasionando uma queda na imunidade. Este fator facilita, principalmente nas crianças, o desencadeamento de casos de alergia e problemas respiratórios.

As crianças são mais suscetíveis, pois ainda estão em formação e, na escola, o contato com outros amiguinhos gripados acaba sendo inevitável. O que fazer? O poder curativo dos alimentos é um aliado. A natureza cuidou para que pudéssemos obter todos os reforços necessários para a manutenção da saúde.

Nossa dica é rechear o prato dos pequenos com alimentos que ajudam a reforçar o sistema imunológico.

 

Alimentos que ajudam a aumentar a imunidade das crianças

Fortalecendo o sistema imunológico dos pequenos para o inverno.

 

O poder das frutas cítricas

As frutas cítricas são ricas em vitamina C e antioxidantes evitando a ação dos radicais livres, responsáveis por enfraquecer as células, que deixam o organismo mais propenso à ação de agentes invasores. A maioria dessas frutas têm um percentual significativo de água, o que ajuda na hidratação infantil.

Elas são ricas em fibras, ajudando na digestão e casos de prisão-de-ventre. As frutas cítricas também auxiliam na absorção de ferro, prevenindo casos de anemia.

Exemplos de frutas cítricas: laranja, acerola, kiwi, limão, goiaba, tangerina, mexerica (ou tangerina), maracujá, caju, limão, mamão e morango.

As mamães podem inseri-las na alimentação das crianças por meio de sucos, vitaminas e saladas de frutas.

 

Invista nas sementes

As sementes oleaginosas e leguminosas são ricas em zinco e selênio, tendo um importante papel na defesa do organismo. Elas possuem, também, grande quantidade de vitamina E que auxilia no desenvolvimento do sistema imunológico.

Exemplos de sementes oleaginosas: castanha-do-pará, castanha de caju, nozes, amêndoas, linhaça e chia,

Exemplos de sementes leguminosas: feijão, ervilha, lentilha, grão-de-bico, vagem e soja.

Esses alimentos são ricos em ácidos graxos poliinsaturados e monoinsaturados, como o ômega 3, 6 e 9, favorecendo tanto a resposta imunológica, quanto a ação anti-inflamatória do corpo.

Para rechear o cardápio de inverno do seu pequeno com sementes, você pode colocá-las no suco, na sopa, em bolos e moídos em cima da comida.

 

Verde escuro, a cor para o inverno!

Espinafre, couve-manteiga, alface, agrião, brócolis e rúcula são ricos em ácido fólico e vitamina B9. Esses nutrientes são essenciais  na formação dos glóbulos brancos, o "exército" de defesa do nosso organismo.

Você pode usá-los em sucos, cozidos junto com o feijão e depois batidos no liquidificador. Eles também ficam deliciosos em receitas de souflés, que muito agradam as crianças. 

Quando usados em sucos junto com frutas ricas em vitamina C (ex.: laranja, limão, acerola)  eles potencializam a defesa imunológica do corpo.

 

Gengibre

O gengibre é uma importante fonte de vitamina C e B6. Ele tem ação bactericida e coopera para o fortalecimento do sistema imunológico, fortalecendo a imunidade do seu pequeno.

Sua ação termogênica é capaz de diminuir inflamações da garganta, recorrentes em episódios de gripes e resfriados das crianças no inverno.

 

Alho e cebola, parceria perfeita.

Muitos adultos e crianças fazem careta só de ouvir o nome destes alimentos, mas eles são poderosos aliados para a manutenção da saúde. O alho e a cebola possuem uma grande quantidade de antioxidantes, quercetina e rutina, que têm ação anti-inflamatória.

Muito populares na culinária brasileira, estes alimentos são perfeitos quando usados como tempero na comida, sendo imperceptíveis ao paladar infantil.

Mesmo tratando-se de produtos advindos diretamente da natureza, fique atenta à possíveis reações alérgicas com alimentos como castanhas, gengibre e outros.

Lembre-se que exemplo é tudo e quanto mais parecido for o prato dos pequenos, com o dos demais da família, melhor será a aceitação. Invista na aparência das refeições e bom apetite!

 

Abraços,
Andreia S. Jenkins

 

Andreia S. Jenkins é educadora, formada em Literatura pela UFRJ e consultora sobre comportamento infantil e relação mãe-filho.

 

Tags: Alimentação Infantil, Alimentação Na Gravidez, Alimentação Saudável

Enviar comentário

voltar para Alimentação

left tsN center fsN fwR bsd b01 c15n show|left fwR tsN b01s bdt|left show fwR normalcase tsN bdt b01s|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 c05 sbse fwB bdt|fsN fwR b01 bsd normalcase c05|b01 c05 bsd|news login uppercase fwB c05 b01 bdt|tsN fwR normalcase c15nesw b02 bdt|fwR uppercase b01 bsd|content-inner||