Quantos quilos posso engordar na gravidez?

Publicado por em 25/07/2016 às 00h10

A preocupação quanto aos quilos que podem ser adquiridos em uma gravidez é uma preocupação recorrente entre as grávidas. O que é um peso saudável nesta fase? O que coloca a gestante e o bebê em risco? Quais as doenças que podem ocorrer quando a mulher supera o peso saudável na gestação? Veja algumas respostas e soluções para estas perguntas e saiba quantos quilos pode engordar na gravidez.

Quantos quilos posso engordar na gravidez?Avaliação médica e peso:

Primeiramente, é importante dizer que cada organismo tem as suas peculiaridades. Apenas uma avaliação médica pode calcular o peso adequado na gravidez em cada fase da gestante. O médico irá considerar o peso atual (nas primeiras semanas), a altura da mulher, possíveis doenças preexistentes (como hipertensão, diabetes, obesidade, etc.) para fazer o cálculo adequado. Consulte o médico e faça todos os exames necessários para garantir a sua saúde e a de seu bebê em todas as fases da gestação.

Média saudável de peso entre as gestantes:

Apesar dos critérios de peso variarem de mulher para mulher, é certo dizer que uma mulher pode engordar entre 7 e 15 Kg durante os nove meses ou 40 semanas de gestação, dependendo sempre do peso que tinha antes de engravidar. Desta forma, pode-se dizer que a mulher deve engordar em torno de 2 Kg nos primeiros três meses de gravidez. Já a partir do 4º mês de gravidez, a mulher deve engordar, em média, 0,5 Kg por semana, para uma gravidez saudável.

Contudo, é preciso considerar o índice de massa corporal - IMC – se estiver normal, é aceitável que engorde entre 11 e 15 Kg na gestação. Caso a mulher tenha o peso acima do ideal é importante que não engorde mais do que 11 Kg. Porém, se o peso pré-gestacional for muito baixo, é possível que a mãe engorde mais do que 15 Kg para gerar um bebê saudável.

Gravidez de gêmeos:

No caso das mamães que esperam gêmeos, é normal que a gestante engorde até mais 5 Kg do que as grávidas de apenas um bebê, também de acordo com o peso que tinha antes de engravidar e o seu IMC.

Dietas e alimentação na gravidez:

Avalie com o seu médico qual a alimentação mais adequada para o seu caso. As dietas e reeducação alimentar devem ser feitas com muito cuidado, pois a mulher precisa estar bem nutrida nesta fase. Ter cuidado com a alimentação na gravidez previne diversas doenças neste período e garante a saúde do bebê. A mulher deve ainda fazer exercícios leves em todas as fases da gravidez.

A obesidade na gravidez, além de desconforto, pode ser a porta de entrada de doenças como pressão alta, eclâmpsia e diabetes gestacional, além do fato de que o bebê também pode sofrer por causa do peso em excesso da mãe. A incidência de aborto e o desenvolvimento de malformações no bebê, como defeito cardíaco ou espinha bífida, são mais comuns na mulher obesa. Há ainda riscos de prematuridade quando a mulher está muito acima do peso durante a gestação. Além disso, ter bons hábitos alimentares em todas as fases ajuda a mulher a retornar ao seu peso com mais facilidade após a gestação.

 

Beijos e até!
Vanessa Motta

 

Tags: Alimentação Na Gravidez, Alimentação Saudável, Gravidez

Enviar comentário

voltar para Alimentação

left tsN center fsN fwR bsd b01 c15n show|left fwR tsN b01s bdt|left show fwR normalcase tsN bdt b01s|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 c05 sbse fwB bdt|fsN fwR b01 bsd normalcase c05|b01 c05 bsd|news login uppercase fwB c05 b01 bdt|tsN fwR normalcase c15nesw b02 bdt|fwR uppercase b01 bsd|content-inner||