Colesterol alto na gravidez

Publicado por em 27/11/2014 às 10h31

Colesterol alto na gravidezO colesterol alto na gravidez é algo quase esperado já que se trata de um momento em que o organismo feminino muda completamente. Para acolher o bebê e ajudá-lo no crescimento, o volume de sangue da mulher aumenta, seus músculos e esqueletos sofrem modificações sutis, seu organismo como um todo passa a trabalhar muito mais do que normalmente. Ela precisa manter a si mesma e alimentar o feto, além de produzir maiores quantidades de hormônios para auxiliar o desenvolvimento do bebê.

A consequência disso tudo é que os níveis de colesterol podem aumentar em até 50% durante os nove meses. Geralmente ele começa a se elevar por volta da 16ª semana de gestação, quando o desenvolvimento do feto está praticamente completo é ele precisa ganhar peso, atingindo seu máximo na 30ª semana. E essa situação pode durar até o final do parto.

As consequências do colesterol alto na gravidez

Mesmo que o colesterol alto seja esperado na gravidez, seu médico deve ficar atento para que ele não suba a níveis maiores do que o considerado normal. O colesterol alto durante a gestação aumentam as chances de a mulher ter uma hipertensão ou até risco de acidente cardiovascular. Ambos os problemas podem colocar não só sua vida em risco, como atrapalhar todo o processo do parto, trazendo complicações futuras. Mas não é só isso.

Segundo um estudo publicado na revista inglesa Lancet mostra que crianças cujas mães tiveram os níveis de colesterol muito elevados durante a gestação possuem uma tendência maior de acumular gordura nas artérias no momento atual e no futuro. E isso pode prejudicar muito o seu desenvolvimento físico e também o emocional já que ela terá de passar por privações alimentares ainda pequena.

Como diminuir o colesterol alto na gravidez

Durante a gravidez o uso de remédios para colesterol é desaconselhado pelos especialistas pois podem trazer grande risco ao desenvolvimento do feto. Não é o momento de arriscar. Quem já toma esse tipo de remédio precisa avisar o médico rapidamente para que ele substitua o remédio por uma alimentação adequada. Existem diversas receitas de sucos, por exemplo, que são considerados verdadeiros medicamentos caseiros para baixar o colesterol alto na gravidez.

Mulheres que já apresentavam colesterol alto antes da gravidez devem, desde o início, procurar a ajuda do obstetra ou mesmo de uma nutricionista para adotar uma dieta especial, rica em alimentos com fibras e vitamina C. Isso ajuda a manter os níveis adequados. Já aquelas mulheres que detectam o aumento dos níveis durante a gestação devem, principalmente, investir em atividade física diariamente. Procure caminhar ou nadar, por exemplo, que são exercícios aeróbicos excelentes para essa fase e não são difíceis de fazer. A hidroginástica também é uma boa opção. Além disso, procure um especialista para criar uma dieta adequada que ajude a baixar os níveis de colesterol.

Evite alimentos industrializados, principalmente os processados ou gordurosos. Prefira alimentos frescos. Você deve comer frutas pelo menos 3 vezes ao dia, tentando alternar o tipo. Os legumes também devem aparecer no seu prato pelo menos em dois momentos o dia. E invista em alimentos em suas versões integrais, como os cereais, arroz, massa.

 

Tags: Alimentação Na Gravidez, Colesterol, Gravidez

Enviar comentário

voltar para Alimentação

left tsN center fsN fwR bsd b01 c15n show|left fwR tsN b01s bdt|left show fwR normalcase tsN bdt b01s|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 c05 sbse fwB bdt|fsN fwR b01 bsd normalcase c05|b01 c05 bsd|news login uppercase fwB c05 b01 bdt|tsN fwR normalcase c15nesw b02 bdt|fwR uppercase b01 bsd|content-inner||